sábado, 26 de março de 2016

DORMIR SEM CALCINHA TRAZ BENEFÍCIOS PARA MULHERES.

O hábito melhora a circulação, ajuda a arejar a área feminina, além de diminuir o excesso de suor e corrimentos.

Do site Dicas Caseiras

Um estudo recente envolvendo o Ibope e a marca Dermacyd avaliou os hábitos das mulheres na hora de dormir. Das entrevistadas nas capitais brasileiras, apenas 17% afirmou ter o costume de deitar sem calcinha. 

Preocupada com o número pequeno, a gerente da marca, Deborah Goldkorn, disse: “Nos surpreendemos com o fato de muitas delas não terem o hábito de dormir sem calcinha, uma atitude simples que faz diferença para a saúde íntima”. Isso porque dormir sem calcinha melhora a circulação, ajuda a arejar a área feminina, além de diminuir o excesso de suor e corrimentos. Tudo isso poderia ser facilmente solucionado se não houvesse tanto tabu e dúvidas sobre o tema.  

É bom saber que se a região da vagina fica muito abafada, como ocorre durante a noite, tende a criar um acúmulo de secreções, o que desequilibra a flora vaginal. Sem falar que favorece a proliferação de bactérias que não toleram oxigênio. Portanto, o simples gesto de ficar sem a peça íntima durante o sono é uma excelente atitude. 

Interessante notar que a pesquisa deixa clara a falta de informação e confusão em torno do assunto. Isso porque 19% das brasileiras consideram dormir sem calcinha ruim para a região íntima ou um hábito não higiênico. Outras 86% passariam a dormir sem calcinha ou aumentariam a frequência dessa atitude, se soubessem que isso é bom para a região íntima. Sobre os resultados, Deborah ainda acrescenta: “A pesquisa mostrou também que 49% delas passariam a ter o costume, se recebessem informações relevantes e confiáveis; 36% se recebessem orientação médica, e 13%, se o (a) parceiro (a) incentivasse esse hábito. Por isso a importância de ampliarmos a discussão sobre o assunto entre as consumidoras, médicos e familiares”. 

Foi justamente pensando nisso, que a Dermacyd criou a campanha #DurmoSemCalcinha, um trabalho de conscientização das mulheres sobre a importância do cuidado com a região íntima. “Queremos gerar ainda mais informação e conhecimento, de forma leve e descontraída, sem deixar de lado a seriedade. 

0 comentários:

Postar um comentário

LEIA AGORA NO VICENCIANET.
Todo mundo gosta. Todo o mundo acessa.