terça-feira, 29 de março de 2016

COMO É ENGRAÇADA A NOSSA POLÍTICA...

CUSPINDO NO PRATO QUE COMEU.

Em 2006, quando da eleição do governador Eduardo Campos, o PT, do então candidato Humberto Costa, foi condicionado a apoiar o PSB. Denúncias contra o candidato petista inverteram a ordem dos candidatos e Campos foi para o segundo turno, no qual venceu o candidato governista, Mendonça Filho, com uma margem de mais de 1 milhão de votos.

Em 2010 o fato se repetiu e Eduardo Campos foi reeleito com uma diferença ainda maior sobre o então senador Jarbas Vasconcelos (PMDB) trazendo consigo vários pupilos, dentre eles Danilo Cabral e Felipe Carreiras, que viraram deputados federais.

Na época os socialistas eram "carne e unha" com o PT e defendiam até debaixo d'água o modo petista de governar. Como o barco tende a naufragar muitos resolvem abandoná-lo sem absolutamente nenhum remorso.

Cabral e Carreiras estão dispostos a deixarem os cargos que ocupam no Governo do Estado, secretário de Planejamento e Gestão, e Turismo, Esportes e Lazer, respectivamente, para reassumirem os mandatos em Brasília e darem um voto A FAVOR  do impeachment da presidente Dilma.

Segundo nota enviada à imprensa, ambos estão aguardando orientação do partido (PSB), mas adiantam que são a favor do afastamento da presidente.

Aprendendo e vivendo...

0 comentários:

Postar um comentário

LEIA AGORA NO VICENCIANET.
Todo mundo gosta. Todo o mundo acessa.