sexta-feira, 12 de fevereiro de 2016

ENTREVISTA DO PREFEITO PAULO TADEU GERA "FUZUÊ" NA CIDADE

SOCIALISTA FALOU SOBRE CARNAVAL, ECONOMIA E REAJUSTE DO PISO DOS PROFESSORES.

Fazia tempo que uma entrevista na Rádio Vicência FM causava polêmica. Pelo menos o prefeito Dr. Paulo Tadeu (PSB) conseguiu dar uma animada no atual cenário da política vicenciana. Convenhamos que o clima está um tanto morno e o gestor aproveitou o encerramento da folia de momo para fazer algumas provocações aos seus adversários. Quer dizer, o recado foi direto para o pré-candidato Guilherme Filho, Guiga, do PSDB. Durante a entrevista (ouça áudio abaixo) o gestor até elogiou o comportamento do ex-aliado, Dija (PSD), atual vice-prefeito, com o qual os laços políticos foram exterminados (pelo menos por enquanto).

Na entrevista exibida durante o programa da locutora Márcia Nascimento, o prefeito fez um balanço do carnaval em Vicência, falando sobre as dificuldades que teve em realizar a festa. "Senti muito não ter realizado a terça dos maracatus. Sei que o pessoal que gosta sentiu a falto e eu também admiro e gosto de ver os trabalhadores rurais se fantasiarem e brincarem nos dias de Carnaval. Mas infelizmente a prefeitura não pode bancar os maracatus", ressaltou Tadeu.

A parte que gerou polêmica foi quando ele falou sobre a participação do bloco encabeçado pelo pré-candidato tucano, Guiga, Os Babuletas. Segundo ele houve uma irresponsabilidade da diretoria do bloco e uma falha da Polícia Militar em permitir o desfile da agremiação sem aviso prévio às autoridades de segurança.

O prefeito ainda falou que estará encaminhando ao Ministério Público um ofício no qual informará todo o pagamento do funcionário no período. Ele ainda ressaltou que o departamento financeiro e o setor jurídico já estão se mobilizando para conversar com os professores no que diz respeito ao reajuste do piso salarial da categoria.

OUÇA A ENTREVISTA NO PLAYER ABAIXO:



0 comentários:

Postar um comentário

LEIA AGORA NO VICENCIANET.
Todo mundo gosta. Todo o mundo acessa.