segunda-feira, 12 de outubro de 2015

12 DE OUTUBRO: DIA DAS "CRIONÇAS". A GENTE ERA FELIZ...E SABIA!

DEIXE A EMOÇÃO FLUIR! NÃO CHORE, SE FOR CAPAZ!

Felizes aqueles que comeram papa d'água com o dedo indicador da mãe.

Felizes os que dormiram e caíram da rede quando pequenos.

Felizes os comeram Farroz e beberam Leite Cilpe.

Felizes os que tomaram Padrax em Pó, receitado por Seu Benedito da Farmácia, e botaram as bichas vivas (quando não ficavam penduradas).

Felizes os que correram com medo de Bai. Felizes os que se assombraram com Neco Moraes e dançaram junto com "ti ti ti tá tá tá quebrou a panela no macapá".

Felizes os que compraram pão na padaria de Seu Biu Machado ou na venda de Zé de Astro. Felizes os que compraram cimento em Seu Manoel Gomes e corte de fazenda na loja de Seu Amaury Pedrosa.

Felizes os que pegavam caixinhas das Linhas Correntes em Seu Pedrosinha. Felizes os que compraram Linha Zebra em Ana Rodolfo e bandeirinhas do Brasil em Dona Tonha Tavares. Felizes os que cobriram botão em Dona Biina.

Felizes os que viram Zezo Mágico fazer moedas desaparecerem. Felizes os que tomaram Refresco de abacaxi em garrafa de Clipper na venda de Seu Jaime.

Felizes os que iam à Quadra Velha assistir aos jogos do XV de Novembro (a seleção de Vicência). Felizes os que viram o craque Flávio Flúvio dar seus dribles desconcertantes. Felizes os que viram o melhor goleiro de Futsal de todos os tempos em ação: o hoje vereador Romeu Ataíde. Felizes quem viu os fenômenos do futebol vicenciano jogando: Mário Teitei, Nado Cabeção, Mário Ramos, Tadeu, Lalá, Jânio, Betinho e tantos outros.

Felizes os que passaram um Telex em Arnaldo. Felizes os que ouviram Renê Luna na Difusora Vale do Sirigi.

Felizes os que ouviram a Banda Painel 8 ou Os Metálicos. Felizes os que foram às Manhãs de Sol no Clube Municipal. Felizes os que viram o Mestre Aurinho regendo a orquestra XV de Novembro.

Felizes os que abriram a porteira de Vicencinha e ganharam uma prata de Cr$ 500,00 de Seu Lula Maranhão. Felizes os que viram Seu Raminho em cima de um cavalo e Dona Geninha à frente da Fundação.

Felizes os que se consultaram com Dr. Santos e Dr. Osman na Casa de Parto. Felizes os que tomaram Poliplex ou Teragran Júnior receitados por Dr. Paulo. Felizes os que conheceram Dona Clotilde Wanderley.

Felizes os que seus pais comparam móveis e eletrodomésticos na loja de Seu João Grilo. Felizes os que fizeram feira no Supermercado Azevedo. Felizes os que comeram goiabada feita de banana da fábrica de doces Jardim&Sirigi.

Felizes os que comeram cream cracker Pilar com Guaraná Antárctica quando ficavam doentes. Felizes os que beberam laranjada Crush e Fratteli Vitta. Felizes os que comeram suspiros, sonhos (aqueles feitos de clara de ovos) e pipoca de arroz.

Felizes os que colocaram no dedo um anel que vinha dentro de um pacote de pipoca. Felizes os que chuparam picolé da Sorveteria Itacolomy.

Felizes os que viram a Rural de Seu Cícero Rodolfo e o Jipe de Seu Arnor. Felizes os que fugiram da cidade quando o posto pegou fogo.

Felizes os brincaram no parque em frente à Assembleia de Deus. Felizes os que jogaram no campinho da Casa de Saúde. Felizes quem brincou de bicho, esconde-esconde, barra bandeira e queimado. Felizes os que cantaram Pai Francisco Entrou na Roda, Fui no Itororó, Atirei o Pau no Gato e Senhora Dona Concha.

Felizes os que assistiram Durango Kid, Palhaço Pimpão, Pepe Legal, Zé Colmeia, Tarzan, Zorro e Tonto, Paladino e O conde Drácula.

Felizes os que cortaram o cabelo em Seu Inácio, Seu Tomé ou Seu Pedro Lino. Felizes os que comeram torreiro assado no quintal da casa de Seu Mané Trajano.

Felizes os que estudaram no Juvenato-pé-de-pato-vai-pra-missa-sem-sapato ou no Grupo-pé-de-barreira-ladrão-de-macaxeira-pega-o-pinto-na-carreira-pra-comer-na-sexta-feira. 

Felizes os que merendaram na escola: angu, sopa preta ou arroz com sardinha. Felizes os que viram a Construtora Leão construir o CERu. Dr. Joaquim Correia. Felizes os que tiveram o Sr. Luiz Carlos Vieira de Vasconcelos como diretor, Seu Nezito como Vice e Dona Zezé como supervisora.

Felizes os que brincaram de bola-de-gude, cademia ou comer um peixe desenhado no chão com um pedaço de ferro. Felizes os que encheram uma garrafa de água sanitária Brilux com terra, enfiou um arame, amarrou um cordão, recortou duas abas e saiu puxando pelo meio da rua.

Felizes os que sujaram as mãos de terra, lascaram a cabeça, quebraram o braço, pegaram bexiga e tiraram fotografias em preto e branco com Seu Tiago, Seu duda ou Seu Manoel do Retrato (os que não podiam revelar pagavam apenas o pedaço do filme e colocavam numa coisa chamada Monóculo).

Felizes os deram bênção ao padre Henrique e ouviram Seu Ademar e Tomé Violeiro na Rádio Planalto de Carpina.

Felizes os que respeitaram os mais velhos e obedeceram aos pais. 
Por isso estão aqui, vivos e com muita História práááááááááá contar...

FELIZ DIA DAS CRIONÇAS!!!

Foto: http://www.maniadecasal.com.br/2015/03/mania-de-recordar-refrigerantes-que.html#.Vhw5XflVhBc

0 comentários:

Postar um comentário

LEIA AGORA NO VICENCIANET.
Todo mundo gosta. Todo o mundo acessa.