segunda-feira, 2 de março de 2015

VICÊNCIA, ELEIÇÕES 2016: O PRIMEIRO A CAIR FORA

ADVOGADO LINDON JHONSON DECLINA CANDIDATURA

"...Não quero ser prefeito. Pode ser que eu seja eleito...", diz um trecho da música de Cláudio Roberto, interpretada por Raul Seixas. Indicado pelo ex-senador Sérgio Guerra em uma reunião na cidade de Paudalho, o advogado Lindon Jhonson (foto) afirmou que não quer de maneira alguma disputar um mandato para gerir uma prefeitura.

Em mensagem enviada ao blog via what's app, Jhonson disse que reconhece a função de um prefeito, porém argumentou que administrar uma cidade é uma tarefa complicadíssima. "Os prefeitos estão sendo constantemente processados até mesmo por conduta culposa... Ser prefeito nos dias atuais é perder o sossego, o sono, os amigos, saúde, responder processos, ter os bens penhorados e correr o risco de ser preso", salientou.

O advogado presta serviços à Prefeitura de Vicência desde o primeiro mandato do prefeito Paulo Tadeu (PSB) e se tornou homem de confiança do gestor. Atualmente repassou parte dos serviços para o pupilo Carlos Wilson (Que também sonha em ocupar o mais alto posto político municipal). Jhonson assumiu o cargo de procurador geral no município de Nazaré da Mata.

Caso resolvesse lançar (ou ser lançado) a candidatura, ele teria uma dificuldade tremenda na campanha. Desde que se tornou cidade, não há registros que Vicência tenha sido administrada por alguém advindo de outro município.

Na linha sucessória de Dr. Paulo (Tadeu) um já se foi. Até lá outros pretensos também "pegarão o beco" e/ou juntar-se-ão àquele ou àquela com chances de vitória.

Quem viver, verá. Ou não...

0 comentários:

Postar um comentário

LEIA AGORA NO VICENCIANET.
Todo mundo gosta. Todo o mundo acessa.