quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015

VICÊNCIA, ELEIÇÕES 2016: IMPROVÁVEL PORÉM POSSÍVEL

EX-ALIADOS PODERIAM, EVENTUALMENTE, DISPUTAR UM MANDATO PARA O EXECUTIVO

Foto: Montagem a partir do Blog Don Digital

Em um passado recente talvez fosse possível a hipótese da foto: uma disputa entre o vereador Bidoga (PMDB) e o ex-prefeito Mário Ramos (PSD). Ambos já foram aliados, adversários, aliados de novo e agora estão em palanques separados.

O vereador Bidoga, pelo menos até pouco tempo, não escondia o seu desejo de administrar a cidade. Chegou inclusive a lançar uma pré-candidatura, declinando-a posteriormente para apoiar o ex-prefeito, Mário Ramos. Manteve sua própria base, montou uma estrutura sólida, fez parcerias com deputados estaduais e federais, assumiu a presidência da Câmara e integrou-se ao governo do prefeito Paulo Tadeu (PSB). Atualmente, com a ida de Raul Henry para a vice-governadoria, tem uma boa penetração no Palácio das Princesas.

Do outro lado temos o ex-prefeito Mário Ramos. Em qualquer disputa municipal, se viesse a participar, não teria o apoio do governo do estado. O PSB, partido do governador, é presidido pelo prefeito e o PMDB estadual ou nacional, sempre está atrelado a quem está no poder. Mário Ramos teria os votos daqueles que seguem suas ideologias e dos eleitores que não votariam em um candidato apoiado por Dr. Paulo (Tadeu). a não ser que tivéssemos uma terceira via, com um candidato que entrasse pra perder.

Bom, a disputa proposta por este blog é apenas imaginária, levando-se em conta a dinâmica e o grau de probabilidade política. A realidade mostra um esfriamento dos dois em disputar um mandato majoritário. Um diz que o tempo dele já passou e o outro afirma que pode está começando agora.

O futuro a Deus pertence. Desde que não seja um futuro político. 

Tudo é X ou Y...

0 comentários:

Postar um comentário

LEIA AGORA NO VICENCIANET.
Todo mundo gosta. Todo o mundo acessa.