quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015

SIMONE SANTANA DEFENDE DIREITOS DA PRIMEIRA INFÂNCIA NA ALEPE

PRIMEIRO PRONUNCIAMENTO DA PARLAMENTAR PONTUA CONQUISTAS E APONTA RUMOS PARA O AVANÇO NOS CUIDADOS COM A FAIXA ETÁRIA EM PERNAMBUCO

Colaboração: Nathália Pereira


A deputada estadual Simone Santana (PSB) estreou na tribuna da Assembleia Legislativa do Estado de Pernambuco (Alepe) na sessão plenária desta terça-feira (24) com pronunciamento sobre os desafios que precisam ser superados para garantia dos direitos da primeira infância. O tema é prioritário na atuação política da parlamentar, que pretende trabalhar pela união de esforços entre as três esferas de poder com o objetivo de criar e fortalecer políticas públicas de proteção às crianças da faixa etária compreendida de 0 a 6 anos.  

“Dentro das prerrogativas do poder Legislativo, poderemos atuar sinergicamente acompanhando o orçamento e a execução de políticas públicas que beneficiem a primeira infância, assim como ampliando debates, divulgando ações, apoiando e disseminando iniciativas e fortalecendo a participação social em torno deste assunto”, pontuou.

Simone é a nova presidente da Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher, e acredita que as políticas públicas voltadas para a primeira infância são fundamentais para novas conquistas femininas. A formação como médica pediatra e a experiência como coordenadora do Programa Mãe Coruja Ipojucana foram fatores decisivos para o desenvolvimento da afinidade da parlamentar com o tema.

No Brasil, a vulnerabilidade social atinge 21,6% das crianças de zero a três anos, segundo dados da ONG Todos Pela Educação. Na zona rural, a taxa sobe para 40%. “Muito ainda temos que caminhar. Decisões em instâncias centrais ainda não chegaram efetivamente na ponta.  Os desafios que persistem precisam ser superados para que a igualdade de direitos exista não apenas em nossos instrumentos normativos, mas também e, sobretudo, na realidade de meninas e meninos brasileiros”, afirmou a deputada.

0 comentários:

Postar um comentário

LEIA AGORA NO VICENCIANET.
Todo mundo gosta. Todo o mundo acessa.