segunda-feira, 22 de dezembro de 2014

VEJA A DIFERENÇA ENTRE REISADO E PASTORIL

Projeto do Governo do Estado pretende transformar o Reisado em Patrimônio Cultural Imaterial do Brasil.

Veja as diferenças e semelhanças entre um e outro:

REISADO

Origem: Nasceu em Portugal e tem forte ligação com a Igreja Católica.

Integrantes: Crianças, jovens e adultos. Os mestres normalmente são veteranos.

Tema: Folguedo dramatizado com referência a três Reis Magos. Cerimônia itinerante na qual os brincantes passavam de porta em porta, anunciando a chegada de Jesus. Hoje perdeu a característica.

Ritmo: Variação entre a marcha, valsa, baião, coco e xote. As “loas” (poesias) são recitadas pelo mestre ou embaixador. Cultura oral passada de pai para filho.

Personagens:

Mestre: Puxador de um cordão

Contra-mestre: Puxador de outro cordão

Embaixador: vai na frente e recita as loas

Rei e Rainha: Comandam o reisado

Lira: figura que representa o instrumento

Caboclo da lira: menino vestido de índio

Damas e galantes: rapazes e moças que são figurantes e formam os cordões

Mateus e Catirina: personagens que brincam e interagem com o público

Animais: boi, borboleta, Jaraguá, caretas, Referência aso que aparecem no estábulo, com variações.

Tocadores: Acordeon, zabumba, reco-reco, surdo, caixa, sopro, viola, pandeiro, cavaquinho.

Caracterização: Roupas acetinadas, com brilho, predomínio das cores azul e vermelho, símbolo da luta entre mouros (vermelho) e cristãos (azul). A cabeça é enfeitada com chapéus em formato de catedrais. Uso de fitas e espelhos (dissipam a energia negativa).

Música: Cunho religioso, sobre o Natal e os Reis Magos. Em algumas regiões, traços com referência à cultura africana.

PASTORIL

Origem: Teatro religioso semipopular (Portugal e Espanha). Ligação com a Igreja Católica.

Integrantes: Crianças, jovens, adolescentes. Na maioria mulheres.

Tema: Dança e disputa com cordões, encarnado e azul. Representa o nascimento de Jesus e a beleza do Natal.

Ritmo: Ritmos peculiares, com base nas marchinhas e romantismo nas letras. Canções populares: Meu São José, Borboleta bunitinha e disputa das cores.

Personagens:

Pastorinhas: se dividem entre os cordões azul (bem) e encarnado (mal)

Mestra: lidera o cordão azul

Contra-mestra: lidera o cordão encarnado

Diana: figura neutra, vestida com as duas cores. Representa a paz.

Anjo: figura inocente que aparece para dar a notícia de que Jesus nasceu.

Estrela: indica onde Jesus nasceu

Pastor: condutor dos pastores e guia na visita ao menino Jesus

Borboleta: sobrevoando as pastoras pelo caminho, representa a leveza.

Cigana: representa os nômades que aparecem no caminho dos pastores.

Caracterização: vestidos nas cores de cada cordão, adereço na cabeça com flores e a pandeirola para marcar o compasso da dança.

Músicos: Acompanhadas por bandinha (guitarra, baixo, percussão, bateria, teclado).


Transcrito do DIÁRIO DE PERNAMBUCO, caderno viver, página E11, Recife, domingo, 21/12/2014

Fotos: Reprodução da Internet


0 comentários:

Postar um comentário

LEIA AGORA NO VICENCIANET.
Todo mundo gosta. Todo o mundo acessa.