sábado, 26 de julho de 2014

EM ARARIPINA, ARMANDO REFORÇA ATENÇÃO AO CANAL DO SERTÃO E ADUTORA DO OESTE

Crédito da foto: Alexandre Albuquerque/Divulgação
Em Araripina, Armando reforça atenção ao Canal do Sertão e Adutora do Oeste

Em sua passagem pelo município de Araripina, neste sábado (26), Armando Monteiro (PTB), candidato a governador de Pernambuco, subscreveu o apoio a dois documentos que reforçam a construção do Canal do Sertão e da Adutora do Oeste. As obras vão solucionar o problema de abastecimento de água para a produção agrícola e consumo humano nas regiões do Sertão do Araripe e do São Francisco. Os pedidos também foram endossados pelo senador Humberto Costa (PT).

Um dos documentos solicita à Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) a nomeação de servidores públicos para prestar conta do andamento do cronograma do Canal do Sertão. A ideia, segundo o presidente da Comissão de Construção do Canal do Sertão, Antônio Fernandes, é que os funcionários do governo federal façam um balanço da execução da obra aos moradores da região do Araripe e São Francisco.

O outro pedido solicita uma modificação no projeto original da Adutora do Oeste para construção de um acesso irrigado para a zona rural para moradores do Sertão do Araripe. A benfeitoria poderá significar maior vazão de água para a população da roça, que terá o volume de água quadruplicado, passando para dois metros cúbicos. "Esses pedidos são importantes para os moradores de toda a região", destacou Antônio Fernandes.

Em 2013, em uma ação junto ao governo da presidente Dilma Rousseff (PT), e após ouvir as reivindicações dos moradores da região, Armando Monteiro conseguiu reabrir o debate sobre o traçado do Canal do Sertão. O projeto original havia sido modificado e beneficiaria apenas os municípios do São Francisco. Inicialmente, teria 145 quilômetros. Porém, Armando fez sugestões junto à União para suspender a licitação da obra, com o objetivo de garantir que o canal fosse ampliado em mais 74 quilômetros.

0 comentários:

Postar um comentário

LEIA AGORA NO VICENCIANET.
Todo mundo gosta. Todo o mundo acessa.