sábado, 14 de junho de 2014

CAMPANHA DE ARMANDO RECEBE REFORÇO DE LULA E DILMA

ATAQUES MAIS VEEMENTES FICARAM A CARGO DO EX-PRESIDENTE

Quem esperava uma avalanche de ataques no evento petista em Recife, ficou meio que decepcionado. A reunião marcou o apoio da presidente Dilma e do ex-presidente Lula à candidatura do petebista Armando Monteiro ao governo do estado.

A Blue Angel, no bairro da Madalena, ficou lotada de políticos, militantes e imprensa. Do lado de fora um pequeno grupo de manifestantes aguardavam a presidente com vários caixões de defunto, simbolizando a atual situação dos funcionários da Rede Ferroviária Nacional. Dilma nem viu o protesto, entrou por porta.

Lá dentro, ela e Lula foram saudados pelos violeiros Sebastião Dias e Rogério Menezes. A primeira a falar foi a presidente estadual do PT, Tereza Leitão. Em seu discurso ela citou as Mulheres de Tejucupapo (Goiana) como simbolo de luta e disse não temer "olhos vibrantes", durante a campanha eleitoral. O Deputado João Paulo, candidato ao senado, destacou a unificação do partido e Humberto Costa disse que a oposição não sabe distinguir a Dilma candidata da presidente da República.

Armando Monteiro afirmou que a junção com o Partido dos Trabalhadores não é apenas ocasional. Ele insistiu que sempre esteve ao lado de Lula. Monteiro enfatizou os resultados da pesquisas recentes e registrou a importância das plenárias PE14. Como provocação, argumentou o fato que o estado cresceu sim nos últimos anos, mas devido aos incentivos do governo federal, Através de Lula e Dilma.

O ex-presidente Lula foi mais empático com o público. Com sua linguagem peculiar provocou delírios na plateia e foi o único que falou mais diretamente do ex-governador Eduardo Campos: "Eu investi em Pernambuco. Eu valorizei muito ele (Eduardo), valorizei Jarbas... Enquanto no governo de FHC o próprio avô dele (Miguel Arraes) foi desprezado", enfatizou. Lula comparou o pensamento da oposição como uma "síndrome de vira-lata". " a ascensão da camada mais pobre da população traz um certo desconforto às elites", alfinetou.

Com um discurso puramente técnico, Dilma falou sobre as ações dos governos petistas e enalteceu o Bolsa Família, PRONATEC, PRO-UNI e as ações não concluída da transposição do Rio São Francisco. Ela afirmou que Pernambuco é um exemplo para o Nordeste e que outros empreendimentos deverão aportar no estado nos próximos dias. "o compromisso maior do PT é com a desconcentração de renda", concluiu.

Durante o dia a comitiva presidencial inaugurou a primeira etapa da Via-Mangue e visitou a estação do metrô Cosme e Damião, em Camaragibe. Após um jantar para poucos na casa do senador Armando Monteiro, a presidente retornou a Brasília.


0 comentários:

Postar um comentário

LEIA AGORA NO VICENCIANET.
Todo mundo gosta. Todo o mundo acessa.