sexta-feira, 23 de maio de 2014

EM ENTREVISTA ARMANDO DIZ QUE O DEBATE QUE INTERESSA É O FUTURO DE PERNAMBUCO

Em entrevista à rádio JC News nesta sexta-feira (23), o senador Armando Monteiro (PTB) voltou a defender uma discussão qualificada sobre os desafios que se colocam para Pernambuco nos próximos anos e que é preciso fugir do que chamou de “debate eleitoral rasteiro”.

Reconhecendo que o Estado teve avanços importantes nos últimos anos, Armando enfatizou que é preciso assegurar a manutenção de certas linhas programáticas que permitiram um maior dinamismo na economia. Contudo, ele ressalta a necessidade de se fazer um desenvolvimento que chegue a todos os pernambucanos e cita, por exemplo, o investimento em educação. “Alguém imagina que Pernambuco vai ingressar efetivamente em um processo de desenvolvimento pleno se não investirmos mais e melhor na educação?”, indagou.

Na entrevista, Armando também falou sobre sua experiência na vida pública, lembrando que sempre foi conduzido aos cargos que ocupou – seja como deputado federal, líder sindical e senador -, por meio do voto. “Todas as funções que exerci foram através do voto, quando já estava na vida pública. E alguns estiveram sempre na vida pública pela via da nomeação”, sublinhou.

Abaixo, as declarações do senador sobre estes temas.

A experiência na vida pública

Armando Monteiro – “A função pública não é aquela que deriva apenas de quem participa da administração pública e do executivo. A função pública é exercida nos poderes que constituem o Estado. Portanto, o exercício da atividade parlamentar é função pública. Eu efetivamente não fui da burocracia nunca, nunca integrei a burocracia. Agora, a diferença é que minhas funções foram sempre exercidas através do voto. E alguns estiveram sempre na vida pública pela via da nomeação”.

Pernambuco quer fazer um desenvolvimento melhor

Armando Monteiro – “Eu sempre disse que o governo de Eduardo foi exitoso, que fez entregas importantes à população de Pernambuco. E nós demos uma contribuição para que isto acontecesse.  Só que Eduardo já foi eleito e reeleito. E agora nós temos de olhar para a frente. E qual é o nosso desafio? É assegurar a manutenção de certas linhas programáticas que são importantes. Ou seja, Pernambuco quer continuar crescendo. Pernambuco quer continuar tendo dinamismo na economia. Pernambuco precisa receber ainda grandes investimentos. Mas Pernambuco quer fazer um desenvolvimento melhor. E aí eu aponto insuficiências. Eu aponto problemas.  Mas problemas não para fazer o debate eleitoral rasteiro. Mas para saber o que é que Pernambuco precisa priorizar nesta nova agenda”.

Educação e desenvolvimento pleno

Armando Monteiro – “Alguém imagina que Pernambuco vai ingressar efetivamente em um processo de desenvolvimento pleno se não investirmos mais e melhor na educação? Um Estado pode ter um desenvolvimento verdadeiro se não tiver capacitando e qualificando os verdadeiros agentes deste processo de desenvolvimento, que são as pessoas? Então, Pernambuco será no futuro aquilo que nós formos capazes de fazer na educação. Porque a educação atua sobre dois ambientes. Atua sobre o social, corrigindo desigualdades, porque não existe forma mais perversa de discriminação senão aquela que resulta da falta de oportunidades educacionais. Quando as pessoas se educam elas se emancipam. E, segundo, não há melhor forma de atuar sobre a economia senão investindo na educação. Porque ao melhorar a escolaridade o trabalhador tem melhores condições de assimilar os programas de formação e capacitação e você tem um trabalhador mais produtivo e melhor remunerado. Portanto, aumentar a produtividade na economia passa pela educação. Corrigir os desníveis sociais passa pela educação”.

Crédito da foto: Léo Caldas/divulgação

0 comentários:

Postar um comentário

LEIA AGORA NO VICENCIANET.
Todo mundo gosta. Todo o mundo acessa.