quarta-feira, 2 de abril de 2014

ÁGUA DA ADUTORA DE MURUPÉ ESTARIA CONTAMINADA

VEREADOR TOTA LEVOU AMOSTRA PARA REUNIÃO DA CÂMARA

Às vésperas da inauguração de uma das maiores obras no sistema de abastecimento de água do estado, a Adutora do Rio Siriji, na Vila Murupé , em Vicência, o vereador Antônio Galdino Neto, o Tota de Murupé (PCdoB), denunciou que o líquido precioso estaria sendo distribuído sem o devido tratamento.

Ele apresentou uma amostra que teria sido retirada das torneiras dos murupeenses na reunião de ontem na Casa Mário Ramos de Andrade Lima. Segundo ele, a água seria proveniente da caixa d'água recém construída e estaria cheia de dejetos. "Já enviei várias amostras para análise em um laboratório do Recife, pois é inadimissível que o povo de murupé receba uma água dessa em suas torneiras", afirmou o comunista.

Tota foi contestado pelo vereador Irmão Caroca (PSB), que afirmou ter entrado em contato com os técnicos responsáveis que informaram que a água distribuída na torneira não passaria pela caixa e que a mesma havia sido lavada e a água descartada.

O fato aconteceu um dia antes de o governador Eduardo Campos comparecer ao povoado para inaugurar a primeira etapa da adutora que beneficiará, inicialmente, cinco município da Mata Norte.

NÃO GOSTOU: A reunião de ontem também foi marcada pela renúncia do segundo secretário da Câmara, o vereador José Augusto (PPS). Ele afirmou não ter gostado de ter estado no cargo e decidiu colocá-lo à disposição. O presidente da casa, o vereador Bidoga (PMDB), disse que na próxima semana os parlamentares escolherão um novo membro para a mesa diretora.

0 comentários:

Postar um comentário

LEIA AGORA NO VICENCIANET.
Todo mundo gosta. Todo o mundo acessa.