terça-feira, 4 de março de 2014

O LADO "MAL EDUCADO" DO CARNAVAL

SOM ALTO PREJUDICOU DESEMPENHO DOS ARTISTAS NOS TRIOS

Talvez o fato não seja exclusivo só da cidade de Vicência. É bem verdade que em outros lugares pode ser mil vezes pior. Mas bem que poderíamos ser exemplo.

Os foliões que brincaram nos blocos da cidade, seja no Carnaval dos Estudantes, Bagaço ou outras agremiações eram visivelmente desrespeitadas pelos chamados paredões de som na Praça do Hotel. Houve momentos dos proprietários destes equipamentos competirem com os trios que acompanhavam os blocos.

Não houve registro se algum dirigente de bloco procurou algum dos responsáveis pelos veículos para diminuírem o volume. O fato é que durante os poucos minutos que as bandas se apresentaram próximo à passarela, ninguém entendeu quase nada o que se cantava e o que se dizia.

Foi impossível se agradecer às pessoas que compraram os abadás dos blocos e aos patrocinadores dos mesmos por causa da má educação de poucas pessoas, que não tiveram a mínima consideração em esperar 15 ou 20 minutos.

Obviamente a rua é pública, mas educação e respeito vêm de berço... 

#ficaadica

2 comentários:

  1. " é vdd Samuel foi muita falta de respeito...

    ResponderExcluir
  2. Concordo plenamente, Inacreditável à falta de educação, civismo e bom senso. Estava presente e realmente não dava para observa o que estavam tocando ou cantando devido as paredões.

    ResponderExcluir

LEIA AGORA NO VICENCIANET.
Todo mundo gosta. Todo o mundo acessa.