sexta-feira, 7 de março de 2014

INTOLERÂNCIA RELIGIOSA

RESPEITO É BOM E TODO MUNDO GOSTA

(Opinião)

Causou-me estranheza os comentários sobre "religião" postadas por algumas pessoas nas redes sociais. O que havia na realidade eram insultos e provocações às crenças seguidas por fieis que escolhem de livre e espontânea vontade suas denominações.

Foram-se os tempos de guerra entre Católicos e Evangélicos. Em um passado não muito distante havia uma briga medonha sobre a Virgem Maria ou adoração de imagens. Acho que isso diminuiu. Até porque religião por religião todos são Cristãos. Teríamos que juntar Católicos, Evangélicos e Espíritas, já que todos professam a fé em Jesus Cristo.

No interior não temos quase Judeus, Muçulmanos, Budistas, Hinduístas ou outros segmentos religiosos. Na realidade não existem muitas religiões no mundo. Adicionando-se o Cristianismo à relação acima temos as principais crenças existentes no mundo. De acordo com o site wikipedia só o Cristianismo possui 11 segmentos. Os mais conhecidos são: Catolicismo, Protestantismo, Neopentecostalismo, Mormonismo, Adventismo, Jeovismo e Espiritismo.

Ao que parece os cristãos são os mais desunidos. Brigam entre si desde a Idade Média. Todas as guerras no mundo só têm ou tiveram três motivos: petróleo, terras ou religião. E isso tem afastado cada vez mais as pessoas de Deus. Mas quem é Deus? Ou o que é Deus? Para uns Ele é o autor da vida, o Mestre do Universo, o Criador, o Todo-poderoso, Jeová. Para outros, Deus representa uma força que comanda o universo e ainda para outros Ele nem existe (Ateus e Agnósticos).

O que não se admite é que a fé de um seja maltratada em detrimento da do outro. As religiões, ou segmentos religiosos, deveriam servir para aproximar as pessoas de Deus e do próximo. As pessoas são livres para escolherem seus times de futebol, suas esposas/maridos, as roupas que
querem vestir, as comidas que querem comer e a crença que desejam professar. Ninguém nasce atrelado a uma religião. Não existe segmento religioso gravado em nosso registro de nascimento ou carteira de identidade. Cabe aos líderes religiosos cuidarem dos seu fieis nesse sentido. As pessoas mudam de casa, de carro, de mulher/marido e mudam também de religião (só não mudam de time de futebol, incrível!).

Os cristãos da Mata Norte já se degladiaram muito no passado: bode, nova seita, idólatras e catimbozeiros são alguns termos usados para insultar uns aos outros. Há registros fotográficos da queima de Bíblias na cidade de Nazaré da Mata no início do Século XX.

Acredito que a população contemporânea está mais maleável e o grau de aceitabilidade aumentou. Aqui e acolá aparece alguém com críticas mais veementes a essa ou aquela crença, mas até isso faz parte da democracia e do direito de ir, vir e dizer ou postar o que quiser.

O apóstolo Tiago foi enfático sobre o assunto: "Se alguém entre vós cuida ser religioso e não refreia a sua língua, antes, engana o seu coração, a religião desse é vã. A religião pura e imaculada para com Deus, o Pai, é esta: visitar os órfãos e as viúvas nas suas tribulações e guardar-se da corrupção do mundo." (Ep. de Tiago, Capítulo 1, versículos 26 e 27)


Samuel Cazumbá

0 comentários:

Postar um comentário

LEIA AGORA NO VICENCIANET.
Todo mundo gosta. Todo o mundo acessa.