terça-feira, 8 de outubro de 2013

O VAZIO QUE INCOMODA

CADEIRAS VAZIAS REFLETEM O (DES)INTERESSE DA POPULAÇÃO PELAS REUNIÕES DA CÂMARA

Não é bom quando o povo perde o interesse pelos seus direitos. De quatro em quatro anos o eleitor vai às urnas e elege seus representantes no poder legislativo, seja ele Federal, Estadual ou Municipal. As galerias vazias demonstram um certo grau de desinteresse em todas as esferas políticas do país.

O ex-deputado Maurílio Ferreira Lima afirma que o eleitor gosta de ver o "dedo no olho", a discussão acirrada, os bons debates e a campanha fervendo nas ruas. Quando as coisas amornam é sinal de acomodação. Ou as coisas estão bem demais ou houve uma alienação, uma sacudida de ombros e a famosa frase: "Sempre será assim".

A tribuna da Casa Mário Ramos de Andrade Lima, leia-se Câmara Municipal de Vicência, é palco quase toda semana de ataques pessoais e aprovação de projetos enviado às pressas. A presença maciça da população na plateia e a expectativa pela transmissão da sessão ordinária das terças-feiras são coisas do passado. Não fora as presenças de alguns assessores, familiares de parlamentares e imprensa (Leia-se VICENCIANET) as galerias ficariam completamente vazias.

O presidente da Casa, vereador Bidoga (PMDB) usou a tribuna para convidar a população a prestigiar as reuniões da Câmara. Ele disse que em breve estará enviando convite às escolas para as mesmas visitarem os órgãos públicos municipais, dentre eles o poder legislativo. Nesta quarta-feira (09) alunos de uma escola municipal farão um tuor e conhecerão as dependências do Legislativo vicenciano.

SÓ UM TEMPO: 45 minutos. Foi o tempo que durou a sessão desta terça-feira. E sem descontos. Usaram da tribuna os vereadores Francisco de Assis (PTB), José Augusto (PPS) e o presidente Bidoga (PMDB). 

CHEGANDO ATRASADO: De acordo com vereador José Augusto, alguns ônibus que fazem o percurso para as faculdades estão chegando atrasados nas mesmas. O parlamentar disse que foi procurado por estudantes que reclamaram estarem chegando tarde nas instituições de ensino.

ETE EM VICÊNCIA?: O requerimento conjunto de número 127/2013 de autoria dos vereadores Jânio Batista (PV) e João Milanez (PDT) foi aprovado. Os parlamentares solicitaram a construção de uma Escola Técnica no município. De acordo com o líder do governo, vereador Romeu Ataíde (PT), o deputado Aluíso Lessa (PSB) já se posicionou sobre o assunto e a escola será construída no terreno próximo ao Matadouro Público. Resta saber a quem o governador irá atender primeiro: ao prefeito Carlinhos do Moinho com a unidade do SAMU (Promessa feita na passagem de Eduardo pela cidade planalto, quando o mesmo pediu ao gestor local que arrumasse o terreno que até o final deste ano o prédio estaria de pé); ou ao ilustre deputado que tem aparecido pouco na região. Também não precisa. O socialista teve a maioria dos votos que o elegeu na Zona da Mata Sul.

MOÇÕES: Foram aprovadas por unanimidade as moções de aplauso 014 e 015 que reconheceram os trabalhos da equipe organizadora do XII Torneio de Voo Livre e do vigário Josevaldo Ribeiro, pelas festividades de N.S. do Rosário em Angélicas, respectivamente.


0 comentários:

Postar um comentário

LEIA AGORA NO VICENCIANET.
Todo mundo gosta. Todo o mundo acessa.