domingo, 18 de agosto de 2013

EDUARDO CUMPRE AGENDA DE PRÉ-CANDIDATO

EM CARPINA GOVERNADOR INAUGUROU BASE DO SAMU E SETOR DE PEDIATRIA NA UNIDADE MISTA

A visita do governador Eduardo Campos à Mata Norte na última sexta-feira, além da tradicional agenda administrativa, foi recheada de interesses políticos. Das três cidades visitadas pelo socialista, Nazaré da Mata ficou com a maior fatia do tempo dedicado. Na Cidade do Maracatu, Eduardo passou mais de uma hora nos estúdios da Rádio Naza FM, onde deu entrevista ao radialista Flávio Nicetas.

Os corredores da emissora foram disputados palmo a palmo, não somente por simpatizantes, mas também por deputados, prefeitos e vereadores de toda a região. O chefe do executivo pernambucano se mostrou bastante simpático na entrevista e respondeu perguntas da população. A tira-colo levava o ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra Coelho, pretenso postulante ao Palácio das Princesas (ou não!). Após a entrevista, Eduardo foi almoçar na residência de um empresário e, por volta das três e meia da tarde, se dirigiu ao engenho Morojozinho, onde visitou as obras da barragem que beneficiará Nazaré.

Escurecia quando a comitiva governamental aportou em Carpina. As más línguas dizem que a visita do socialista seria fundamental para dar uma "forcinha" ao prefeito Carlinhos do Moinho (PSB), que não estaria sendo bem avaliado pela população carpinense. Mais uma vez a tietagem foi grande. Assim que chegou, o governador foi recepcionado por um misto de populares e políticos (muitos deles na maratona desde as primeiras horas da manhã).


Na Cidade Planalto, Eduardo inaugurou o setor de pediatria da Unidade Mista Francisco Chateaubriand. No interior da mesma, conversa com funcionários, apertos de mão e afagos de correligionários. Uma acompanhante de uma paciente de 82 anos disse ao governador que a saúde precisa melhorar. Ele completou: "E muito!".

Em um discurso de 25 minutos, Eduardo mencionou a importância das obras em andamento na Mata Norte, principalmente os sistemas de abastecimento de água e a entrega de duas viaturas do SAMU, junto com a base do órgão na cidade de Carpina. No palanque, ele entregou tabletes a estudantes do Ensino Médio e entregou as chaves das ambulâncias à secretária de saúde municipal.

CANDIDATO: O frisson causado pela presença do socialista junto à população até parecia comício. Até porque, autoridades e população pisavam em um calçamento novinho em folha, acabado às pressas e ainda com cheiro de cimento fresco. A cada fala mais contundente do governador, ouviam-se gritos e aplausos efervescentes de populares que se aglomeravam em frente ao palco.

PROMESSA E (IN)CERTEZA: Este parágrafo completa o anterior. No final do discurso, o governador solicitou do correligionário Carlinhos do Moinho, prefeito de Carpina, um terreno, no qual disse que se esforçaria para construir até o final do ano uma unidade do SAMU na localidade. A vibração foi total. O gestor carpinense ergueu as duas mãos para o alto agradecendo a "bênção" recebida. "O dinheiro está tão curto quanto coice de preá, mas arrumem o terreno que construiremos a unidade do SAMU aqui em Carpina", prometeu o socialista. E encerrou com uma provocação: "Esta obra está no orçamento para o ano que vem. Mas o povo tem pressa e eu também. E VOCÊS SABEM MUITO BEM O PORQUÊ...". 

Gritos, alaridos e risadas.

Veja vídeo da inauguração do setor pediátrico e da base do SAMU:



0 comentários:

Postar um comentário

LEIA AGORA NO VICENCIANET.
Todo mundo gosta. Todo o mundo acessa.