segunda-feira, 13 de maio de 2013

GOVERNO SINALIZA DIÁLOGO E SUBSÍDIO PODE VOLTAR AO CONGRESSO


Produtores de cana se articulam com outros setores agropecuários para manifestação contra Dilma Rousseff na inauguração da Arena Pernambuco


O governo federal sinalizou aos órgãos de classe de produtores de cana nordestinos interesse em dialogar o mais rapidamente sobre ações para definir políticas de apoio à atividade agrícola na região. A informação é da União Nordestina dos Produtores de Cana (Unida). O aceno palaciano ocorreu depois do anúncio da manifestação que o setor realizará contra a presidente Dilma Rousseff na inauguração da Arena Pernambuco, por conta do veto à subvenção para 21 mil agricultores atingidos pela seca. 

A Unida garante que o protesto está marcado e acontecerá. A entidade aproveita para informar que a ação contará com apoio de outros setores agropecuários nordestinos que sofrem com a estiagem e com a falta de sensibilidade do governo federal. “O nordestino pena com a seca e com a falta de atenção da presidente Dilma Rousseff com o povo da região”, diz insatisfeito o presidente da Unida, Alexandre Andrade Lima. Ele informa que caravanas de agricultores da Paraíba, Alagoas, Sergipe e do Rio Grande do Norte já confirmaram presença na manifestação.

Os produtores de cana também trabalham politicamente para conquistar a subvenção econômica barrada pela presidente Dilma. O setor avisa que retomará o pleito via Congresso Nacional – cujo qual foi favorável ao subsídio para os produtores na medida provisória 587. “Solicitaremos a inclusão de emenda parlamentar ao futuro relator que analisará a MP 613”, antecipa Andrade Lima. A MP trata da isenção para o PIS/Pasep e Cofins na venda de álcool. O dirigente informa que a iniciativa já conta com o apoio do presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL). 

0 comentários:

Postar um comentário

LEIA AGORA NO VICENCIANET.
Todo mundo gosta. Todo o mundo acessa.