quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

IMPASSE E CONFUSÃO NA CÂMARA DE VICÊNCIA



 FUNCIONÁRIOS DA SAÚDE SAÍRAM REVOLTADOS 

O CLIMA ESQUENTOU NA CASA MÁRIO RAMOS DE ANDRADE LIMA NA NOITE DESTA TERÇA-FEIRA (26). FUNCIONÁRIOS DA SAÚDE EM GREVE LOTAVAM A GALERIA DA CASA LEGISLATIVA QUANDO, DURANTE O PRONUNCIAMENTO DO VEREADOR TOTA DE MURUPÉ (PCdoB), O PRESIDENTE DA CASA, BIDOGA (PMDB), CONVIDOU UM REPRESENTANTE DO SINDICATO (...) PARA SE RETIRAR DO RECINTO. O PRESIDENTE CITOU O ARTIGO 87 DO REGIMENTO INTERNO DA CÂMARA O QUAL, SEGUNDO ELE, AFIRMA QUE NÃO PODE HAVER MANIFESTAÇÕES DO PÚBLICO DURANTE AS FALAS DOS LEGISLADORES.

ERA O QUE ESTAVA ACONTECENDO. OS MANIFESTANTES APLAUDIAM O DISCURSO DO VEREADOR ANTÔNIO GALDINO (TOTA DE MURUPÉ) QUANDO FORAM PROIBIDOS PELA MESA DIRETORA QUE INFORMOU QUE TAL ATO NÃO PODERIA SE ACONTECER. APÓS LIGEIRA DISCUSSÃO VERBAL ENTRE O PRESIDENTE E O SINDICALISTA, O SEGUNDO FOI CONVIDADO A SAIR DO LOCAL. COMO ELE NÃO SE RETIROU, O PRESIDENTE SUSPENDEU A SESSÃO E SOLICITOU A PRESENÇA DA POLÍCIA MILITAR. APÓS MAIS DE 30 MINUTOS DE PARALISAÇÃO OS SERVIÇOS FORAM RETOMADOS E, MAIS UMA VEZ, FOI SOLICITADA A SAÍDA DO REPRESENTANTE DO SINDSAÚDE. (OUÇA O ÁUDIO)

NÃO SÓ O SINDICALISTA, MAS TODOS OS FUNCIONÁRIOS DA SAÚDE QUE ESTAVAM PRESENTE SE LEVANTARAM E, DITANDO PALAVRAS DE ORDEM SAÍRAM DA CASA LEGISLATIVA. MAIS TARDE UMA GUARNIÇÃO DA POLÍCIA MILITAR COMPARECEU AO LOCAL PELA SEGUNDA VEZ, ATENDENDO UMA INFORMAÇÃO DO QUARTEL DE NAZARÉ DA MATA, QUE JÁ HAVIA SIDO INFORMADO DO OCORRIDO. O VEÍCULO PERMANECEU NO LOCAL ATÉ O FINAL DA REUNIÃO. JÁ OS GREVISTAS DEIXARAM O LOCAL APÓS UM BREVE MOMENTO DE MANIFESTAÇÃO.
A PARTIR DAÍ A SESSÃO TRANSCORREU DENTRO DA NORMALIDADE.

NO TOCANTE AOS OUTROS ASSUNTOS TRATADOS VALE RESALTAR A ENTRADA DO VEREADOR TOTA DE MURUPÉ NO LUGAR DO IRMÃO FRANCISCO NA COMISSÃO DE JUSTIÇA.

O PRESIDENTE AINDA SE COMPROMETEU A ENCAMINHAR TODOS OS REQUERIMENTOS APRESENTADOS PARA O EXECUTIVO E COBRAR UMA RESPOSTA DO GESTOR. 



0 comentários:

Postar um comentário

LEIA AGORA NO VICENCIANET.
Todo mundo gosta. Todo o mundo acessa.