quinta-feira, 17 de janeiro de 2013

CRIANÇA MORRE COM TIRO NA CABEÇA


(Por Rafael Santos do Giro Mata Norte) 
Uma criança de cinco anos de idade, pode ter sido assassinada, na manha desta quinta-feira (17). O crime aconteceu no Loteamento São Jorge, no bairro de Santo Antônio, em Carpina.
De acordo com informações colhidas no local Rodrigo Gabriel Bezerra da Silva estava com sua irmã, na residência onde moravam, quando o caso aconteceu. A mãe da vítima teria saído com o padrasto da criança, para padaria para comprar pão, para o desjejum das crianças. Neste meio tempo vizinhos ouviram um disparo. Momentos depois a irmã da vítima estava gritando, pedindo socorro, dizendo que o seu irmão estava sangrando. A polícia foi acionada e socorreu Gabriel para a Unidade Mista do Carpina, onde havia dado entrada já sem vida.
A versão divulgada até o momento para o caso foi de que a vítima teria pego a arma de seu pai e efetuado um disparo, contra a própria cabeça. Mas essa versão foi desmentida pelos médicos, que atenderam o menor na unidade hospitalar. O médico Gustavo Almeida, um dos que fizeram parte da equipe de atendimento, informou que a perfuração se deu na parte da nuca transfixando pela testa da criança. Para o médico a criança não teria condições de ter efetuado o disparo, pois o local da perfuração encontrada no crânio, a criança não teria condições de alcançar.
Após o fato ter ocorrido o cadastro da criança foi até a residência e pegou a arma do crime.
Na pericia realizada pela Polícia Civil e Militar foi encontrada duas capsulas de revolver, calibre 38. Uma delas estava deflagrada.
Policiais da 45ª DP, em Carpina, onde foi registrado o caso, segue com duas linhas de investigação. A primeira é de que o disparo possa ter sido efetuado pelo cadastro da criança, Jonathan Lucas Roberto de Araújo, que é ex-presidiário. Outra hipótese é de que a irmã da vítima, uma menor, que estava com ele em casa, tenha efetuado o disparo.

0 comentários:

Postar um comentário

LEIA AGORA NO VICENCIANET.
Todo mundo gosta. Todo o mundo acessa.