quarta-feira, 25 de abril de 2012

UMA CRÔNICA PARA JOÃO DE BAHIA

O ÚLTIMO FLASH

"A VIDA PASSA COMO UM FLASH". TALVEZ NINGUÉM SAIBA QUEM É O AUTOR DESTA FRASE, MAS VOCÊ, QUE PASSOU PARTE DA SUA VIDA ENTRE O BRILHO RÁPIDO DA PEQUENA LUZ NA PARTE SUPERIOR DA CÂMARA, SOUBE INTERPRETÁ-LA MUITO BEM.
QUANTAS IMAGENS CONGELADAS, QUANTOS CLIQUES DISPARADOS, QUANTAS VIDAS RETRATADAS, QUANTOS MOMENTOS ETERNIZADOS PELO SIMPLES TOQUE DO SEU DEDO.
É, JOÃO... VOCÊ FEZ PARTE DE UM CENÁRIO EM QUE O PLANO DE FUNDO FOI O MUNDO. O NOSSO MUNDO. OU SERIA MELHOR DIZER, O MUNDO DE TODOS NÓS?
POR MUITO TEMPO A MATA NÃO SERÁ MAIS A MESMA. DEPOIS CERTAMENTE NOS RECUPERAREMOS. ASSIM COMO (ANTIGAMENTE) TROCÁVAMOS O FILME, SURGIRÃO NOVOS MOTIVOS PARA FOTOGRAFAR, PARA REVELAR.
SEU DESAPARECIMENTO FOI NOTÍCIA NAS RÁDIOS, NOS BLOGS, NOS PERIÓDICOS, NA BOCA DO POVO... PARENTES, AMIGOS, COMPANHEIROS DE PROFISSÃO, PARLAMENTARES E CIDADÃOS SIMPLES, GENTE NOSSA, GENTE DA GENTE, ESTIVERAM NO SEU VELÓRIO.
VOCÊ FOI O QUE DURANTE PARTE DA SUA VIDA ANUNCIOU: VOCÊ FOI NOTÍCIA. NÃO COMO UM FLASH INSTANTÂNEO, MAS COMO A LÂMPADA RESPLANDECENTE DE UM REFLETOR.
VOCÊ SE FOI E NÃO DISSE ADEUS. MAS NÓS FIZEMOS ISSO POR VOCÊ. ASSIM COMO VOCÊ ACOMPANHOU TANTA GENTE COM O SEU TRABALHO, NÓS O ACOMPANHAMOS EM SUA VIAGEM FINAL. 
RETRATAMOS TUDO.
REGISTRAMOS TUDO.
REVELAMOS TUDO.
VAI JOÃO! VOCÊ AGORA FAZ PARTE DE UM NOVO MUNDO, "ONDE NÃO HÁ PRANTO E NEM RANGER DE DENTES. ONDE OS PEIXES DO RIACHO NÃO RESPIRAM DETERGENTE. ONDE NÃO HÁ FALTA D'ÁGUA E TAMBÉM NÃO HÁ ENCHENTE..."
AQUI FICAMOS NÓS, NESSE TEMPO DE INCERTEZAS, NESSE MUNDO CONTURBADO, NESSA VIDA PASSAGEIRA...
UM DIA TAMBÉM SEREMOS NOTÍCIA. E DEUS, O MESTRE DO UNIVERSO, ESTARÁ REVELANDO O NOSSO NOME NO LIVRO ETERNO DA VIDA...


Do seu amigo distante
Samuel Cazumbá
OUÇA O ÁUDIO DA CRÔNICA:



0 comentários:

Postar um comentário

LEIA AGORA NO VICENCIANET.
Todo mundo gosta. Todo o mundo acessa.