terça-feira, 17 de abril de 2012

CÂMARA MUNICIPAL: TRANQUILIDADE APARENTE

SESSÃO ORDINÁRIA TRANSCORRE DENTRO DO NORMAL. EMBATE ENTRE JÂNIO E CAROCA FOI O DESTAQUE.
A SESSÃO DESTA TERÇA-FEIRA NA CÂMARA MUNICIPAL FOI TRANQUILA DO COMEÇO AO FIM. TEVE ATÉ REQUERIMENTO SOLICITANDO O QUE JÁ ESTÁ DECIDIDO PELO GOVERNO FEDERAL DESDE 2008: QUE TODA CIDADE COM MAIS DE 30 MIL HABITANTES TERÁ UM POSTO DE ATENDIMENTO DO INSS.
TAMBÉM FOI APROVADA A MOÇÃODE APLAUSO E CONGRATULAÇÕES (005/2012), DE AUTORIA DO VEREADOR JÂNIO BATISTA (PV) PARA A JUÍZA ISABELLE MOITINHO PINTO, O PROMOTOR GENIVAL FAUSTO DE OLIVEIRA FILHO E PRESIDENTE DO SINPRO-PE SECCIONLA MATA NORTE E AGRESTE SETENTRIONAL, MARIA RITA DA SILVA OLIVEIRA.

O VEREADOR JÂNIO BATISTA(PV) INICIOU A FALA DIZENDO QUE O PRESIDENTE DA CASA DEIXOU “QUEBRAR” O REGIMENTO DA CASA. O VEREADOR AFIRMOU QUE HOUVE UMA MANOBRA PARA QUE SUA FALA FOSSE TROCADA. DISSE QUE SEMPRE ESTARÁ DO LADO DA VERDADE: “TANTO É QUE A JUÍZA REPAROU O ERRO DESTA CASA”, INFORMOU. FOI VATEGÓRICO EM DIZER QUE A SECRETÁRIA DE EDUCAÇÃO, PROFESSORA CEÇA COSTA, MENTIU AO INFORMAR OS VALORES REPASSADOS PARA A EDUCAÇÃO. O VERDE ARGUMENTOU QUE ERA GRANDE A POSSIBILIDADE DA OPOSIÇÃO DERRUBAR O PROJETO, POIS, SEGUNDO ELE, TERIA O VOTO DO VEREADOR ANTÔNIO SIRI, QUE CHEGOU COM A SESSÃO JÁ INICIADA: “ALGUNS VEREADORES DA SITUAÇÃO AFIRMARAM QUE SE O VEREADOR SIRI NÃO CHEGASSE, ELES NÃO COMPARECERIAM AO PLENÁRIO”, PONTUOU. “SENDO ASSIM”, CONTINUOU, “O VEREADOR QUE EU TERIA DE ME DIRIGIR ERA O VEREADOR MOISÉS. ATÉ PORQUE NÓS DOIS FOMOS CRUCIFICADOS NAQUELE PROJETO INICIAL QUE COLOCOU ALGUNS FUNCIONÁRIOS PRA FORA”, CONCLUIU.
DISSE QUE NÃO RETIRA A FALA QUE A CASA CONTINUA SEM CORRESPONDER AS EXPECTATIVAS E QUE A SUA CHATEAÇÃO NO FINAL DA REUNIÃO PASSADA FOI PELA FALTA DE COERÊNCIA DO PRESIDENTE. AFIRMOU TER ENTENDIDO A JOGADA DE MESTRE DE ALGUNS PARLAMENTARES QUE, SEGUNDO ELE, QUEREM QUE AS PESSOAS DE BEM SE CALEM. “O PAPEL DO VEREADOR É FISCALIZAR E DENUNCIAR AS COISAS ERRADAS E ESTA CASA TEM 50% DE CULPA COM TUDO DE RUIM QUE ACONTECE NA CIDADE”, ADMITIU O VERDE.
PARA ELE O VEREADOR MOISÉS FOI INFELIZ EM ANUNCIAR NÚMEROS QUE NÃO EXISTEM.
AO FINAL PAREBENIZOU A FORÇA JOVEM PELA INICIATIVA DE FAZER A PASSEATA CONTRA A CORRUPÇÃO NA PRÓXIMA SEXTA-FEIRA.

AO USAR DA FALA, O VEREADOR IRMÃO CAROCA (PSB) DISSE QUE O SEU ANTECESSOR (JÂNIO) SE EQUIVOCOU AO DIZER QUE A CÂMARA VOTOU CONTRA OS INTERESSES DA POPULAÇÃO. “ESSA NUNCA FOI A INTENÇÃO DESTA CASA”, ARGUMENTOU O MURUPEENSE, FAZENDO UM BREVE RELATO DA SITUAÇÃO. ELE QUESTIONOU O FATO DE TER OUVIDO PELAS RUAS OS PROFESSORES DIZENDO QUE ALGUNS VEREADORES TINHAM VOTADO CONTRA A EDUCAÇÃO. SOLICITOU DA PREFEITURA QUE ENVIE À CASA O AUMENTO DOS AGENTES DE ENDEMIAS.
“JAMAIS ESTA CASA VAI PEGAR PROPINA PRA VOTAR EM NUNHUM PROJETO. ISSO É COISA DE GENTE DESOCUPADA”, AFIRMOU ELE EM RELAÇÃO A UMA SUPOSTA INFORMAÇÃO QUE OS PARAMENTARES TERIAM RECEBIDO UM DETERMINADO VALOR ARA APROVAREM O PROJETO. DISSE QUE O PROJETO BENEFICIOU UMA PARTE DOS EDUCADORES E ISSO NÃO FOI INFORMADO NA INTERNET. EM SEGUIDA HOUVE UM BREVE “DEBATE” ENTRE ELE E O VEREADOR JÂNIO SOBRE UM SUPOSTO COMPLÔ, INFORMADO PELO VERDE, QUE ESTARIA SENDO FORMADO. “ISSO É MUITA FALTA DE COLEGUISMO, É UMA TAPINHA DE LUVA. NÃO ADIANTA TRAZER GRUPINHOS PRA BATER PALMAS PORQUE NINGUÉM AQUI ESTÁ ANIVERSARIANDO NÃO”, CRITICOU.
O PESEBISTA IMPLOROU AO RESPONSÁVEL PELAS FINANÇAS DO MUNICÍPIO QUE REPASSE PARA OS BANCOS O DINHEIRO DOS EMPRÉSTIMOS CONSIGNADOS DOS FUNCIONÁRIOS. “AS COISAS ERRADAS TÊM QUE SER DITAS E CORRIGIDAS ENQUANTO HÁ TEMPO”, CONCLUIU.  DURANTE A FALA DO VEREADOR MOISÉS, CAROCA INTERVIU E INFORMOU AO PRESIDENTE EM EXERCÍCIO, QUE O VEREADOR JÂNIO HAVIA INFLIGIDO O REGIMENTO DA CASA AO FUGIR DO ASSUNTO EM PEDIDO DE APARTE. A SOLICITAÇÃO FOI ACEITA PELA MESA.

IRMÃO FRANCISCO (PTB) INICIOU O DISCURSO AFIRMANDO QUE NÃO FOI CONSULTADO SOBRE O PEDIDO DE TEMPO EXTRA REQUERIDO PELO VEREADOR JÂNIO NA REUNIÃO PASSADA. O PETEBISTA DISSE QUE O PROJETO FOI ACEITO PELO MINISTÉRIO PÚBLICO COM EXCEÇÃO DAS PARCELAS DO RETROATIVO, QUE DEVERÃO PSER PAGAS EM TRÊS PARCELAS E NÃO EM DEZ.
DISSE QUE ESTRANHOU O FATO DE TER SIDO TÃO JUDIADO PELOS PROFESSORES E QUE REPUDIA O QUE FIZERAM COM O VEREADOR INALDO (PV) QUE TEVE O CARRO AMASSADO PELOS MANIFESTANTES. O PETEBISTA SE ALTEROU AO FALAR SOBRE UMA SUPOSTA PROPINA DE 9 MIL REAIS QUE TERIA SIDO REPASSADA PARA OS VEREADORES; “DESAFIO QUALQUER PREFEITO OU QUALQUER PESSOA A PROVAR QUE O VEREAOR FRANCISCO RECEBEU ALGUM DINHEIRO PARA APROVAR RPOJETO”, ARGUMENTOU.
PEDIU AOS INTEGRANTES DA FORÇA JOVEM QUE NÃO TOMEM PARTIDO E QUE CONTINUEM RELIZANDO O TRABALHO, ENFATIZANDO QUE O RESPEITO DEVE ESTAR ACIMA DE TUDO.

QUEM TAMBÉM USOU A TRIBUNA FOI O VEREADOR MOISÉS DIONÍSIO (PTB) QUE INICIOU A FALA JUSTIFICANDO A INFORMAÇÃO FINANCEIRA DADA POR ELE: “NA REALIDADE TRATAVA-SE DE UM COMPLEMENTO”, INFORMOU. O PETEBISTA DISSE TER TIDO A IMPRESSÃO QUE O COLEGA JÂNIO QUERIA JOGÁ-LO CONTRA OS PROFESSORES. MESMO ASSIM DISE NÃO GUARDAR MÁGOA DO VERDE. AFIRMOU TER RECEBIDO DIVERSAS LIGAÇÕES DE APOIO RELATIVO AO SEU DISCURSO DA SEMANA PASSADA. RECONHECEU TER PASSADO DO LIMITE EM RELAÇÃO AO TEMPO, MAS QUE OS 54 MINUTOS DE SUA FALA REPRESENTARAM OS DEMAIS COLEGAS DA SITUAÇÃO. “PARABENIZO O SINDICATO DOS PROFESSORES, FEZ A SUA PARTE. SOBRE A FORÇA JOVEM, FOI ESSE GRUPO QUE MAIS ME IMPULSIONOU A FAZER O DISVURSSO”, ADIANTOU. O PARLAMENTAR DISSE QUE ESTÁ PRONTO PARA SER JUGADO PELO POVO, MAS QUE TEM MUITOS ELEITORES PROFESSORES.
“FIZ O QUE DEVERIA SER FEITO, MOSTREI PORQUE FIZ E ESTOU PRONTO PARA SER JULGADO PELO POVO”, CONCLUIU.

0 comentários:

Postar um comentário

LEIA AGORA NO VICENCIANET.
Todo mundo gosta. Todo o mundo acessa.