terça-feira, 6 de março de 2012

LÍDER DA OPOSIÇÃO LAMENTA SITUAÇÃO DA SAÚDE


Por Ivan Dias (Assessoria de imprensa)



O líder da Oposição, deputado Antonio Moraes (PSDB) ocupou a tribuna na tarde desta terça feira (06) para falar sobre a situação da saúde em Pernambuco. O parlamentar chamou atenção para o fraco desempenho do Estado em recente pesquisa divulgada pelo Governo Federal. Pernambuco obteve a 16ª colocação, com a nota 5,29, de acordo com os dados divulgados pelo Ministério da Saúde na semana passada. O Índice de Desempenho do Sistema Único de Saúde (IDSUS) englobou notas que oscilam de 0 a 10 e é medido a partir de diversos indicadores como o acesso ao serviço público e a qualidade do serviço prestado. A pontuação foi calculada tendo como base dados de 2008 a 2010.

Segundo o deputado, "um dos fatos que chamou atenção foi que Pernambuco esteve na sexta colocação no nordeste. Sou a favor da terceirização, mas no caso pernambucano uma situação é preocupante. Nestas unidades médicos chegam a ganhar R$ 9 mil. As prefeituras não têm condições de pagar um salário destes. Essa distorção vai trazer consequências e no futuro ainda mais".Outro ponto destacado pelo deputado é que com a instalação das UPAs muitos serviços municipais não estão mais funcionando, o que gera maior demanda nestas unidades e nos hospitais do Recife.

Para o deputado Tony Gel (DEM) a pesquisa retrata as péssimas condições da saúde pública em Caruaru. O município ficou entre as seis piores cidades do Brasil, segundo o levantamento do Governo Federal. "O Ministério Público em Caruaru fez um levantamento e apontou 61 irregularidades no sistema público municipal de saúde. No Hospital Regional do Agreste todo o fim de semana falta cirurgião e ortopedista, sobrecarregando os hospitais do Recife. A situação real é bem diferente da propaganda", complementou Tony Gel.

Para o deputado Daniel Coelho (PSDB) "todo o povo pernambucano ficou muito triste com esta constatação. A situação é grave e ninguém está satisfeito com a saúde pública no nosso estado. Faltam médicos em diversas especialidades".O discurso recebeu diversos apartes de deputados governistas como o líder da bancada, Waldemar Borges e os deputados Sílvio Costa Filho e Raimundo Pimentel.

0 comentários:

Postar um comentário

LEIA AGORA NO VICENCIANET.
Todo mundo gosta. Todo o mundo acessa.