Por Manoel Guimarães
Da Folha de Pernambuco
Pré-candidato à Prefeitura de Vicência, o ex-deputado Carlos Lapa (PP) prevê um semestre de muitas dificuldades para ele mesmo. Isso, segundo o próprio, por conta de um pedido de impugnação de domicílio eleitoral que está enfrentando na Justiça, solicitado pelo prefeito de Vicência, Paulo Tadeu (PSB), e que tramita no Fórum do município, localizado no Agreste pernambucano. Natural de Carpina, Lapa já dá como certa sua condenação na primeira instância, bem como a absolvição no Tribunal Regional Eleitoral (TRE), e parte para o ataque quanto à estrutura do Judiciário da cidade. À Folha, o ex-deputado apresentou documentos comprovando ter residência alugada na rua Artur Estelita, no centro da cidade, desde março de 2011, contestando a acusação de que a locação é recente.
Lapa ainda afirmou categoricamente que as principais peças do Fórum de Vicência são ligadas ao prefeito Paulo Tadeu. “Eu antecipo à Folha de Pernambuco que vou perder na primeira instância, em razão de uma situação que se criou, favorável ao prefeito. O Fórum está tomado. A esposa do tesoureiro da Prefeitura está no Fórum. A irmã do secretário de Administração exerce uma assessoria junto à Promotoria de Justiça. E a chefe da Secretaria de Justiça do Fórum é esposa do presidente da Câmara Municipal, que é da base de sustentação do prefeito. Então, por mais que a juíza seja séria e íntegra, os processos só sobem para ela se esse pessoal quiser. Tenho certeza que a decisão será contra mim, mas vou ganhar no TRE”, atacou Carlos Lapa. O ex-parlamentar destacou que, mesmo se não for julgado a tempo pela corte eleitoral, concorrerá sub-judice.
“É isso que eles querem. Se minha pré-candidatura fosse fraca, eles não teriam feito essas artimanhas políticas. Tudo isso é notório em Vicência. Agora, o Ministério Público de Pernambuco denunciou o prefeito por crime de peculato, porque ele recolheu dos servidores o consignado e desviou para ele mesmo o dinheiro dos empréstimos. O Tribunal de Justiça acatou a denúncia. É o único processo que anda contra o prefeito, porque todos os demais processos de apropriação indébita e outros crimes estão engavetados no Fórum de Vicência. Isso está uma esculhambação”, bradou. A reportagem tentou contato com o prefeito Paulo Tadeu e com o Fórum do município, porém não obteve sucesso.