quarta-feira, 27 de abril de 2011

ANTÔNIO MORAES PEDE VOLTA DAS ATIVIDADES DO MATADOURO DE VICÊNCIA

VEJA ABAIXO A ÍNTEGRA DO REQUERIMENTO APRESENTADO EM PLENÁRIO PELO DEPUTADO ESTADUAL ANTÔNIO MORAES (PSDB):

ESTADO DE PERNAMBUCO
ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DE PERNAMBUCO
Legislatura 17º  Ano 2011
Indicação No. 738/2011
Referência: Matadouro Público
Matéria

Indicamos à Mesa, ouvido o Plenário e cumpridas as formalidades regimentais,
que seja feito um apelo ao Exmo. Sr. Governador do Estado de Pernambuco, Dr.
Eduardo Henrique Accioly Campos; ao Exmo. Sr. Secretário de Agricultura e
Reforma Agrária, Dr. Ranilson Ramos; no sentido que seja providenciada a
continuação das atividades do abatedouro na cidade de Vicência.
Da decisão desta Casa e do inteiro teor desta proposição, dê-se conhecimento ao
Exmo. Sr. Governador do Estado de Pernambuco, Dr. Eduardo Henrique Accioly
Campos, com endereço no Palácio do Campo das Princesas, Praça da República,
s/n, Santo Antônio, Recife-PE, CEP: 50.010-040; ao Exmo. Sr. Secretário de
Agricultura e Reforma Agrária, Dr. Ranilson Ramos, com endereço na Avenida
Caxangá, 2200,Cordeiro, Recife-PE, CEP: 50.711-000; ao Exmo. Sr. Prefeito do
Município de Vicência, Paulo Tadeu Guedes Estelita, com endereço na Rua Dr.
Manoel Borba, nº 48, Vicência-PE, CEP: 55850-000; ao Exmo. Sr. Presidente da
Câmara de Vereadores de Vicência, Sr. André Cesário de Albuquerque Neto, com
endereço na Rua 13 de maio, 77, Centro, Vicência-PE, CEP: 55850-000; e demais
vereadores do município de Vicência; ao Ex-Vereador e Diretor da Rádio Vicência
FM, Sr. Marcelo Morais, com endereço na Rua Manoel Borba, nº 68, Centro,
Vicência/PE, CEP: 55.850-000.


Justificativa
Recentemente os marchantes de Vicência, na Mata Norte, receberam a notícia que
o abate de gado da cidade será transferido para Paudalho, em vista a
polarização dos abatedouros públicos regionais, os quais serão sediados em
algumas cidades.
O grupo de profissionais do abate, já pressentem os prejuízos que essa mudança
causará, tendo em vista a locomoção até a cidade de Paudalho, bem como, o frete
que terão de desembolsar para o traslado da carne, que percorrerá uma média de
60 km até Vicência. Além do mais, as condições necessárias no transporte da
carne, que para este fim, necessita de cuidados especiais.
Portanto, elevamos este pleito as autoridades competentes para que haja uma
solução do caso, que vem gerando desconforto entre os comerciantes de carne; e
promover a continuidade dos trabalhos de abate no matadouro de Vicência dentro
das normas exigidas pela Anvisa, apresentamos a presente na certeza de seu
atendimento após a aprovação dos meus ilustres pares.
Sala das Reuniões, em 19 de abril de 2011.

Antônio Moraes
Deputado

0 comentários:

Postar um comentário

LEIA AGORA NO VICENCIANET.
Todo mundo gosta. Todo o mundo acessa.