sábado, 2 de outubro de 2010

JOÃO PAULO


Nome: João Paulo Lima e Silva
Data de Nascimento: 31/12/1952
Formação: Superior incompleto
Partido: PT
Número: 1333
Limite de gastos na campanha: R$ 3.000.000,00
Declaração de bens: R$ 340.295,88

João Paulo foi um dos fundadores do Partido dos Trabalhadores junto com Lula em 1979, mas o masmo só viria a disputar uma eleição em 1986 quando se candidatou a deputado estadual. Na época obteve dez mil votos, porém não se elegeu por conta da coligação. Na eleição seguinte foi eleito o primerio vereador petista do Recife e dois anos depois assumiu uma cadeira na Assembleia Legislativa. O fator principal para a vitória do petista em 1990 foi um confronto entre policiais e acampantes na localidade de Sítio Grande no Recife, quando o mesmo saiu com três costelas quebradas e um pulmão perfurado. Ainda foi candidato a prefeito de Jaboatão dos Guararapes e em 1994 foi o deputado estadual mais votado do estado com 50 mil votos.
Em uma disputa emocionante, disputada voto a voto com o deputado Roberto Magalhães (DEM), saiu vitorioso e assumiu a prefeitura do Recife e 2000 a 2008.
Apesar de ter fundado o PT, João Paulo foi preterido pelo partido para a disputa a uma das vagas ao senado. Após muitas discussões internas a direção do partido resolveu agraciar o ex-ministro da saúde Humberto Costa como integrante da chapa majoritária de Eduardo Campos (Para desespero do prefeito de Vicência!).
Aqui na cidade é apoiado por um grupo novo liderado por um ex-integrante da equipe do prefeito Dr. Paulo, o ambientalista Luiz Carlos, cujo objetivo maior é lançar a filha (Jéssica Doblin) como candidata a vereadora e conforme ele mesmo admitiu ao editor deste blog, é candidatíssimo a prefeito em 2012, segundo ele, com o apoio do provável deputado federal João Paulo.
Junto com Ana Arraes (PSB), Sérgio Guerra (PSDB) e Inocêncio Oliveira (PR) será um dos mais votados no estado, especificamente no Recife e área metropolitana.

0 comentários:

Postar um comentário

LEIA AGORA NO VICENCIANET.
Todo mundo gosta. Todo o mundo acessa.