quarta-feira, 6 de outubro de 2010

CAOS NA EDUCAÇÃO DE VICÊNCIA


"MESMO SE EU TIVER O DINHEIRO NO DIA 02 EU NÃO PAGO, SÓ PAGO NO DIA 05."
(Paulo Tadeu Guedes Estelita, prefeito do município de Vicência)




Os professores desafiaram o prefeito. O prefeito deu a resposta. Conforme prometido, os profesores da Rede Municipal de Ensino do município de Vicência localizado na Zona da Mata Norte de Pernambuco, a 90 quilômetros do Recife, pararam as atividades nesta quarta-feira (06/10) pelo não pagamento dos salários do mês de setembro. A categoria decidiu não comparecer as escolas enquanto o dinheiro não estiver nas contas. De acordo com a presidente Maria Rita, nenhuma escola estaria funcionando e apenas os contratados estavam comparecendo as unidades de ensino.
Por sua vez, o prefeito Paulo Tadeu, em seu programa semanal de rádio foi categórico em afirmar que já providenciou o corte dos pontos daqueles que não compareceram nas escolas e autorizou o setor jurídico da prefeitura a entrar com uma ação na justiça contra o sindicato. "São só cerca de 20 ou trinta professores derrotados que estão com este movimento", afirmou, "estão fazendo política dentro das escolas e pela primeira vez terão o ponto cortado", completou o chefe do executivo.
Contrapondo-se a sua própria fala quando, em reunião com os professores antes de ser eleito afirmou que a partir de janeiro deste ano os funcionários teriam um calendário de pagamento divulgado e todos receberiam até o dia 30; o prefeito foi categórico: "Agora, mesmo se tiver dinheiro no dia 02 eu não pago..."
OUÇA TRECHOS DA FALA DO PREFEITO NO PROGRAMA VICÊNCIA, TRABALHANDO PARA TODOS, NO DIA 06/10/2010.
Se preferir faça o download em:

http://www.4shared.com/account/audio/1J0RpRoU/PREFEITO_PAULO_TADEU__06-10-20.html

Um comentário:

  1. Mas o atual prefeito está fazendo o que prometeu em campanha quando seus militantes gritavam: Aperreia Quarentaaaa!! Ele está fazendo o que pediram, está dando ao povo de Vicencia o que eles merecem. O bom é que quem votou nele tem que suportar calado, mas quem não votou, sofre sem merecer. Esse momento que nossa cidade está passando é fruto de uma onda criada por um grupo que fica querendo privilégios de prefeitura e incitam o povo com frases do tipo: "Vamos experimentar, se não prestar a gente tira". Mas só tira depois de quatro anos e os que induziram o povo a votar mamam nas tetas da prefeitura nos quatro anos. Na próxima eleição mudam de lado, fazem toda campanha novamente e oa abetalhados caem de novo na conversa. Isso seria cômico se não fosse trágico. Depois que Dra Eva saiu do poder, os dois mandatos seguintes só afundaram a cidade e pra piorar ainda tem pessoas pretensiosas já fazendo campanha, crentes que vão entrar na prefeitura. Por favor, não vamos cair novamente nessa onda do "vamos experimentar". Um é pouco, dois tá de bom tamanho, mas três já é demais. Se esses que apoiaram Gustavo Negromonte completarem essa tríplice aliança de destruíção, Vicencia vai cair por terra. Precisamos voltar um pouco no tempo e constatar que Dra Eva foi e poderá ser novamente o melhor pra Vicencia. Reflitam!!!!

    Djair
    Graduado em Geografia (UPE)
    Pós graduado em Ensino de Geografia (UFRPE)
    Graduando em Ciências Biológicas (UPE)

    ResponderExcluir

LEIA AGORA NO VICENCIANET.
Todo mundo gosta. Todo o mundo acessa.