sábado, 4 de setembro de 2010

GRUPO DE BOTAFOGO FAZ COMÍCIO EM VICÊNCIA


Não foi só um comício para pedir votos para os candidatos Josafá Botafogo (PDT) e Sérgio Guerra (PSDB), que concorrem a uma vaga na Assembleia Legislativa e na Câmara Federal, respectivamente. A base do evento foi a eleição em 2012 (E com direito até a pesquisa!). Há de se observar que o candidato, no caso o filho de Manoel Botafogo (PSDB), prefeito de Carpina, melhorou um pouco o discurso. Josafá falou mais a vontade com o público, mas cometeu uma gafe: prometeu voltar a falar em outro momento e depois do discurso do pai foi embora junto com ele para Lagoa do Carro.
O prefeito Manoel Botafogo, em seu discurso, fez uma retrospectiva de sua vida e citou diversas localidades de Vicência onde trabalhopu como pedreiro. "Em Vicência eu me sinto em casa", disse o tucano. Exaltou a pessoa da ex-prefeita Drª Eva e afirmou que o atual prefeito (Paulo Tadeu, do PSB) é o pior da história de Vicência.
O ex-prefeito Mário Ramos falou sobre a campanha passada e disse que o senador Sérgio Guerra rtem deixado sua marca registrada na cidade desde que ele era prefeito. Comentou sobre os inúmeros candidatos, principalmente a estadual que há no município: "Isso é prejudicial à cidade. Nenhum deputado vai se importar com a cidade na qual teve meia dúzia de votos", pontuou. Salientou ainda que é preciso ter força política para trazer investimentos para uma cidade. Encerrou a fala dizendo que apesar de ter perdido as eleições passadas para prefeito, continuava ao lado do povo.
O senador Sérgio Guerra (PSDB) compareceu ao evento e disse em seu discurso que sua infância foi vivida no engenho Imbu e nas ruas de Vicência. Citou alkguns dos seus familiares como Pio Guerra e José Carlos Guerra que também foram votados no município. Lembrou que na época em que fora candidato a deputado estadual teve mais votos na cidade do que o candidato a governador (Coincidentemente o senador Jarbas Vasconcelos, do PMDB). Afirmou não ter inimigos em Vicência e que a Mata Norte ficou pra trás em relação a outra regiões do estado: "O povo vive do serviço das Usinas, quando estão em funcionamento, e das prefeituras, que já não aguentam mais", advertiu o tucano. Por fim defendeu o voto distrital e chamou de bandidos aqueles políticos que compram o voto do eleitor.

OUÇA NO PLAYER ABAIXO ENTREVISTA EXCLUSIVA DO SENADOR SÉRGIO GUERRA AO VICENCIANET.

Se preferir faça o download: http://www.4shared.com/audio/zbRddbzl/srgio_guerra.html


0 comentários:

Postar um comentário

LEIA AGORA NO VICENCIANET.
Todo mundo gosta. Todo o mundo acessa.