sexta-feira, 30 de abril de 2010

LUZ NO FIM DO TÚNEL


AS COISAS ESTÃO COMEÇANDO A CLAREAR NA PREFEITURA DE VICÊNCIA. UM HOLOFOTE FOI COLOCADO PARA ALUMIAR A FACHADA DO PRÉDIO À NOITE (Claro, porque durante o dia já tem o sol!)
SERÁ QUE OS INTEGRANTES DO GOVERNO MUNICIPAL VÃO FAZER UMA COTINHA PARA PAGAR O AUMENTO NO CONSUMO DA ENERGIA?
O PRÉDIO DA PREFEITURA PODE PASSAR MUITO BEM SEM O REFLETOR, MAS OS FUNCIONÁRIOS PODEM PASSAR SEM O SALÁRIO?
É A PREFEITURA MUNICIPAL DE VICÊNCIA TRABALHANDO PARA TODOS... DA CELPE.

quinta-feira, 29 de abril de 2010

PROBLEMAS COM LICITAÇÃO BLOQUEIAM BENS DA EX-PREFEITA DE OLINDA


DA REDAÇÃO DO DIÁRIO DE PERNAMBUCO

O desembargador do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE), José Ivo de Paula Guimarães, decretou o bloqueio de bens da ex-prefeita de Olinda, Luciana Santos, e de mais seis pessoas que faziam parte da administração municipal e da empresa Citéluz Serviços de Iluminação Urbana Ltda. O magistrado acatou o recurso de agravo de instrumento interposto pelo Ministério Público de Pernambuco (MPPE), através da 4ª Promotoria de Justiça de Patrimônio Público de Olinda.

De acordo com o MPPE, a ação “foi o resultado de uma investigação do Tribunal de Contas de Pernambuco (TCE) e do MPPE que identificaram fortes indícios de fraudes na licitação pública que escolheu a empresa Citéluz para executar o gerenciamento e a manutenção do parque de iluminação de pública de Olinda”. O bloqueio dos bens foi pedido em 2008, quando foi negado pela Justiça.

A decisão do desembargador foi tomada em caráter cautelar, a fim de garantir a restituição ao erário do município de Olinda a quantia de R$ 7.351.290,00, paga à empresa Citéluz. A licitação em questão, de número 001/2004, foi julgada irregular pelo TCE. A ex-prefeita e as demais pessoas responsáveis pelo processo licitatório, bem como a empresa vencedora do certame, ainda não foram julgadas pela Justiça.

Procurada pela reportagem do DIARIODEPERNAMBUCO.COM.BR, Luciana Santos recebeu com estranheza a notícia e só voltou a se pronunciar oficialmente através de nota. No documento, ela se defende, argumentando que “os questionamentos em relação ao referido contrato, de natureza meramente formal e sobre os quais até hoje o TCE não se pronunciou definitivamente, foram devidamente esclarecidos, demonstrando-se, na oportunidade, a economia real de 30% da despesa de energia elétrica com o parque de iluminação pública, bem como a devolução, por parte da CELPE, do valor de R$ 4,6 milhões aos cofres do Município”.

Ainda na nota, a ex-prefeita ressalta que “na própria ação promovida pelo MPPE não se cogita de apropriação de um único centavo por qualquer agente público municipal”. Os advogados da ex-prefeita estão recorrendo da decisão.

COM GUERRA OU SEM GUERRA JARBAS DEVE SAIR CANDIDATO


O senador Jarbas Vasconcelos (PMDB) resolveu adiar por mais uma semana a decisão de concorrer ou não ao governo de Pernambuco. Segundo fontes ligadas ao ex-governador, após uma conversa com o presidenciável José Serra e o senador Sérgio Guerra (Ambos do PSDB), Jarbas deve anunciar sua pré-candidatura pela oposição.
Aliados do senador almejam por isso há muito tempo e até a base governista depende do anúncio do peemedebista para traçar estratégias de campanha. Fala-se que houve até o convite para que o tucano Sérgio Guerra fosse o vice na chapa da oposição.
A novela continua...

quarta-feira, 28 de abril de 2010

"FUI TRAÍDO POR UM CASAL DE JUDAS"


O vereador recifense, pré-candidato a deputado estadual, Gustavo Negromonte (PMDB) concedeu nesta quarta-feira (28/04) entrevista à Rádio Vicência FM, no programa Show da 98 aos apresentadores Islan de Souza e Samuel Cazumbá.
O ponto forte da entrevista foram os ataques contra os ex-aliados políticos Mário Ramos e Drª Eva, denominados por ele (Gustavo) de "Casal de Judas". Indagado sobre o rompimento com o grupo de Mário Ramos (PSDB), Gustavo Negromonte foi enfático em afirmar que foi traído de maneira constragedora pelos dois. Segundo o mesmo, houve uma conversa entre as partes, ficando tudo definido para o apoio à sua candidatura. "No São João do ano passado, participei de uma festa na casa de um senhor (Nilton do Tejo), onde eles me apresentaram aos que estavam presentes como candidato a deputado estadual do grupo e isso me deu a tranquilidade que eu seria o candidato dele. Depois de algum tempo me procurarm pra dizer que eu não era (sic) mais o candidato dele e que estariam com o filho de Botafogo... Eu me senti traído e vejo neles (Mário Ramos e Drª Eva como um casal de Judas", afirmou.
O parlamentar disse ainda que seu pai, o falecido deputado João Negromonte, mesmo muito doente, vinha a Vicência dar o seu apoio ao ex-prefeito. "Hoje vejo o meu pai se revirando no túmulo por tudo que ele fez por eles", acrescentou.
Gustavo Negromonte está sendo apoiado pelo ex-vereador Bidoga, outro dissidente do grupo político do ex-prefeito Mário Ramos, que já anuncia publicamente seu desejo de concorrer à prefeitura no pleito de 2012.
A assessoria da ex-prefeita Eva Maria (PMDB) informou que a mesma só iria se pronunciar depois de ouvir a gravação da entrevista.

MENSAGEM DE CARLINHOS DO MOINHO AOS TRABALHADORES DA MATA NORTE


DESEJAMOS QUE ANTES DE TUDO, HAJA DIGNIDADE, RESPEITO E RECONHECIMENTO PELO SUOR DERRAMADO NO DIA-A-DIA, POR TANTOS TRABALHADORES E TRABALHADORAS DESTA NOSSA REGIÃO.
DESDE O MAIS ALTO EXECUTIVO AO MAIS SIMPLES TRABALHADOR BRAÇAL. A DONA-DE-CASA, O GARI, OS PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO, OS FUNCIONÁRIOS PÚBLICOS, OS OPERÁRIOS, CAMPONESES, MOTORISTAS, ENFIM... NOSSA HOMENAGEM A TODOS QUE COM FIRMEZA E DETERMINAÇÃO FAZEM A MATA NORTE, PERNAMBUCO E O BRASIL FUNCIONAREM.
VOCÊS TRABALHADORES E TRABALHADORAS, TRAZEM EM SUAS MÃOS, AS MARCAS DO PROGRESSO.
PARABÉNS AOS QUE BATALHAM PELA VIDA E SÃO O ORGULHO DO NOSSO PAÍS.
1º DE MAIO. DIA DO TRABALHADOR.
HOMENAGEM DE CARLINHOS DO MOINHO AOS TRABALHADORES E TRABALHADORAS DESTA IMENSA NAÇÃO BRASILEIRA.

quarta-feira, 21 de abril de 2010

VICE-PREFEITO DE VICÊNCIA FALA SOBRE O VOO LIVRE


O vice-prefeito de Vicência João Correia de Andrade, mais conhecido por João de Jundiá, concedeu entrevista exclusiva ao programa Show da 98 da Rádio Vicência FM. Bastante tranquilo e convicto de suas decisões, seu João foi enfático em afirmar que está a disposição dos interessados em retomar o esporte de voo livre na Serra do Jundiá. Com ar sereno ele criticou os comentários que estão circulando pela cidade e disse que tinha interesse na volta da prática do esporte em sua propriedade, desde que sejam estabelecidas algumas regras (como o pagamento de uma pequena taxa de estacionamento, por exemplo) e tenha a participação efetiva da Prefeitura Municipal.
O teor da entrevista foi basicamente a retomada dos voos de Asa Delta, mas o ele também falou sobre política local e sua grande paixão: O Engenho Jundiá.

HUMBERTO É O CANDIDATO. E AGORA?


Aconteceu o que já se previa. Humberto costa (PT) é o segundo pré-candidato ao senado na chapa do governador Eduardo Campos (PSB). Uma pesquisa meio duvidosa apontou uma leve vantagem do mesmo sobre o seu "adversário" João Paulo (PT), ex-prefeito do Recife.
Há quem diga que o Palácio adorou a indicação, mas por aqui tem gente espumando de raiva...

DJALMA LOPES


OS CRAQUES DA PELOTA VISITARAM O LOCUTOR DJALMA LOPES QUE SUBMETEU-SE A UMA CIRURGIA DE CATARATA. COMO ERA SEMANA SANTA LEVAMOS UM PEIXINHO PRA ELE.
A FOTO É DE ISLAN DE SOUZA.
Obs: Djalma já está completamente curado.

REUNIÃO AMISTOSA


Um clima de real tranquilidade pairou sobre a Câmara do vereadores de Vicência nesta terça (20/04). Diferente da semana passada, quando foi votado o pedido de impeachement do vereador Romeu do Povo (PT), a sessão trancorreu na mais perfeita paz. Inclusive o próprio Romeu abriu a reunião enquento o presidente André não chegava. Foi o primeiro a falar e como sempre não poupou críticas ao prefeito Paulo Tadeu (PSB). Segundo ele o atual secretário de transportes Adjaílson Oliveira (Dija), estaria empregando parentes na secretaria, o que contradiz o discurso do Dr. Paulo no primeiro dia de mandato.
Mas o que todos estavam aguardando mesmo era a resposta do vereador Jânio (PV) ao prefeito do município pela fala do mesmo no programa de Rádio na quarta-feira, dia 14 do corrente, quando, de maneira infeliz, disse o vereador, Dr. Paulo Tadeu citou o nome do senhor Ademar da Viola, como era conhecido, pai do parlamentar. O vereador solicitou ao chefe do executivo e quem mais interessasse que nunca mais pronunciasse o nome do seu pai (Já falecido), em qualquer meio de comunicação: "O que está incomodando o prefeito é que a Câmara está ao lado do povo... Espero que o senhor vá tomar conta da prefeitura com esse bando de urubus e deixe o nome de pai pra lá", advertiu.
Ainda usaram da fala o vereador Francisco (PTB), que convidou a todos para as comemorações do Dia do Trabalhador em Angélicas e Caroca (PMDB), que falou sobre o grave problema da dengue em Murupé.
Ao final foi lido o nome dos integrantes da CPI da Merenda, a saber:
Presidente: Jânio Batista (PV)
Relator: José Romeu Ataíde (PT)
Membros: Josenildo Amorim (PP) e Antônio Euclides (Siri) (PP)

DEU NO JORNAL



Diário de Pernambuco

Domingo, 18 de abril de 2010.



VICÊNCIA

É lamentável acompanharmos a decadência política, social e econômica do município de Vicência na Zona da Mata. A cidade, que há pouco tempo era considerada Princesa do Vale do Sirigi, perdeu o título e encontra-se a mercê de súditos descompromissados com o real desenvolvimento local. Os vicencianos natos têm saudades dos homens-pássaros decolando da serra do Jundiá; das matérias divulgadas em redes nacionais de TV; dos turistas que visitavam nossos engenhos, provavam da nossa culinária e adquiriam nosso artesanato (Hoje, não temos uma pousada que hospede o visitante).

Certamente, Dona Vicência Barbosa de Melo, a senhora que hospedava os tropeiros da região em seu rancho que deu origem a cidade, ficaria envergonhada com esta situação.

Que o reinado da incompetência finde-se logo, e a cidade volte a ter a nobreza de outrora e encontre o rumo do desenvolvimento para a alegria deste povo tão hospitaleiro e sonhador.

Samuel de Santana Cazumbá



quinta-feira, 15 de abril de 2010

ARTIGO DE OPINIÃO (Andrei Cesário)


MAUS PROFISSIONAIS: O que seu ex-patrão anda falando de você?


Paulo trabalhava como vigilante para uma grande empresa de segurança privada de nosso estado. No curso de seu contrato de trabalho, sempre se sentiu perseguido por seu supervisor, mas nada que lhe trouxesse grandes preocupações. Enfim, após uma reestruturação na empresa, Paulo veio a ser demitido sem justa causa, passando a fazer parte do mar de desempregados que peregrinam diariamente em busca de uma recolocação.

Dentre as opções de Paulo estava uma transportadora, cliente de sua antiga empregadora, para a qual já havia prestado serviços terceirizados. Após a entrevista, nosso amigo encheu-se de esperanças, pois, no seu entender, se saíra muito bem com todos aqueles testes e perguntas.

Qual não foi sua decepção quando ficou sabendo que não havia conseguido a vaga, e, o pior, a causa disso foram as más referências prestadas por seu antigo chefe, que o acusou de fazer 'coisas erradas' na empresa.

Esse é um caso clássico do que o direito chama de ato ilícito pós-contratual. A novidade (que já não é tão nova assim) é sua aplicação nas relações de emprego, constituindo-se verdadeira arma à disposição do trabalhador para coibir condutas ilícitas, por parte de algumas empresas, em ocasiões posteriores ao fim do contrato de trabalho.

A história de Paulo é verdadeira, e teve um final feliz. Indignado com a atitude de seu supervisor, pois sempre havia exercido com disciplina e honradez sua profissão de vigilante, decidiu lutar por seus direitos perante a Justiça do Trabalho. Não conseguiu aquele emprego na transportadora, mas recebeu uma indenização de R$ 20.000,00 (vinte mil reais) pelos danos morais sofridos. Veja a decisão do Tribunal Regional do Trabalho sobre o caso:

(...) DANO MORAL. INFORMAÇÕES DESABONADORAS.
(...) III. Informações desabonadoras sem que o empregado, ao longo do contrato de trabalho, tenha praticados atos que assim o justificasse revela intenção deliberada da ré em causar constrangimentos e prejuízos ao autor. Enquadra-se a hipótese, destarte, na teoria do abuso de direito. Quem usa de um direito seu não causa dano a ninguém. Todavia, o abuso no exercício de um direito, configura o ilícito, apto a ensejar indenização.
(...)
No que tange ao valor arbitrado à indenização pecuniária compensatória, tenho que a decisão vergastada considerou, correta e razoavelmente, o teor do conjunto da prova e a capacidade econômica de ambos os litigantes, razão pela qual mantenho a indenização arbitrada no importe de R$ 20.000,00 (vinte mil reais).
(PROCESSO 02353-2007-102-06-00-7. AUTOR: PAULO INÁCIO DA SILVA. RÉU: SENA SEGURANÇA INTELIGENTE. PUBLICADO EM 23/04/2009)

No caso de Paulo, um pernambucano que poderia ser seu vizinho, a justiça foi feita, mas somente após ele decidir buscar os meios legais e adequados para isso, constituindo um advogado e tomando as medidas jurídicas cabíveis.

Você se identificou com a história de Paulo? Se ligue, procure seus direitos! Busque justiça!

Abraços,

Andrei Cesário de Albuquerque.
contato@andreicesario.com.br

quarta-feira, 14 de abril de 2010

ROMEU 7 x 1 PAULO TADEU


As duas denúncias enviadas à Câmara Municipal contra o vereador Romeu do Povo (PT) pelo prefeito Paulo Tadeu (PSB), pedindo, inclusive, sua cassassão foram arquivadas ontem (13/04) durante votação na sessão ordinária do legislativo vicenciano. Foi uma sonora goleada. Por sete votos contra e um a favor, os vereadores rejeitaram o pedido da formação de uma CPI que cassaria o mandato do vereador Romeu.
O vereador foi condicionado a ler na íntegra o teor das duas denúncias advindas do executivo nas quais eram citados os motivos do pedido de cassassão do parlamentar. Com um texto até certo ponto repetitivo e muito longo os documentos enfatizaram supostos atos ilícitos praticados pelo vereador Romeu afirmando que o mesmo, em todos os seus discursos, tinha "procedimento incompatível com a dignidade da Câmara". Segundo o conteúdo do documento," o denunciante (O prefeito), vem sendo atingido gravemente pelas afirmações injuriosas e difamativas por parte do vereador (Romeu)".
O que chamou a atenção foram os encaminhamentos escritos nas denúncias orientando que a leitura do texto deveria ser feita pelo assessor jurídico, visto ser o denunciado o primeiro secretário da Casa.
Assinaram como testemunhas o Secretário de Transporte Adjailson Oliveira (Dija), o Secretário de Finanças Julierme Barbosa e o comissionado Cícero Cavalcante (Júnior Rodolfo).
Além de citar diversos termos ofensivos que o vereador Romeu proferiria na tribuna, as duas denúncias continham um fato inusitado: uma suposta agressão e ameaça a um deficiente físico.
De nada adiantaram os apelos políticos e emocionais. Os vereadores Jânio (PV), Moiséis (PTB), Caroca (PMDB) e Francisco (PTB), que usaram da tribuna para discussarem, foram unânimes em falar do apoio ao vereador Romeu. "Não é o vereador Francisco que irá tirar o mandato de Romeu, o povo é quem irá decidir nas próximas eleições", afirmou o líder do governo. Jânio pediu diretamente o arquivamento dos processos e disse que o que tem de ser discutido são os valores morais e não os políticos. Moiséis, após citar alguns problemas na cidade e dizer que não é mais 100% situação afirmou que "o município tem problemas mais graves para serem resolvidos". Caroca aproveitou a situação para "passar na cara" uma atitude do vereador Romeu, segundo o qual, o mesmo teria enviado o radialista André Luiz maltratá-lo em frente da sua casa na Vila Murupé. Mas isso não impediria de apoiá-lo neste momento.
Por fim a tão esperada votação. Desta vez com os contrários à cassassão do vereador Romeu ficando de pé. Excluíndo-se o voto do presidente, só o vereador Josenildo Amorim (PP), permaneceu sentado (suponhe-se que o motivo tenha sido uma discussão que os dois tiveram em meados do ano passado durante uma reunião, quando até questões familiares foram envolvidas).
Sete a um. E as denúncias foram arquivadas. "A justiça foi feita... não adianta quererem cassar meu mandato que não vão cassar nunca", comemorou o vereador Romeu rodeado de amigos, correligionários e diversas educadoras que vieram dar o seu apoio lotando as galerias da Câmara.

terça-feira, 13 de abril de 2010

PREFEITO PEDE CABEÇA DE VEREADOR


O prefeito de Vicência Paulo Tadeu (PSB) enviou na manhã desta terça-feira (13/04) à Câmara Municipal duas denúncias contra o vereador José Romeu Ataíde Sobrinho, o Romeu do Povo (PT). As quase 40 páginas rubricadas pelo socialista pedem a cassassão do vereador Romeu por suas intervenções na Casa Mário Ramos contra a administração e a pessoa do prefeito Paulo Tadeu.
O VICENCIANET/VICENCIAVIP teve acesso ao teor dos documentos, nos quais constam diversas citações dos discursos do vereador na tribuna. Conforme apuramos, é necessária a maioria simples dos votos para a aceitação ou rejeição da proposta. Portanto seriam preciso 5 votos para uma ou para outra coisa.
Qualquer cidadão pode pedir a saída de um parlamentar, mas há regras definidas para isto. Os próprios vereadores também podem solicitar CPIs contra os "caros colegas", desde que tenham fundamento e obtenham o apoio necessário para tal.
A proposta, enviada em caráter de urgência, deverá ser colocada na ordem do dia na reunião de hoje (13/04), quando também deverá ser votada. Os parlamentares optarão então pela continuidade ou arquivamento do processo.
De acordo com o que pudemos observar nas articulações, o pedido do prefeito encaminha-se para o arquivamento. Teremos assim uma sessão movimentada hoje à noite.

VICÊNCIA GANHARÁ SALA DE CINEMA


Associações, grêmios recreativos, laboratórios e espaços culturais de todo o Estado passarão a ser locais fixos de exibição de filmes. Os 46 projetos aprovados pelo edital Cine Mais Cultura foram divulgados nesta segunda-feira pela Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco (Fundarpe) que, em parceria com o Ministério da Cultura (MinC), viabilizará a formação das novas salas de cinema.

A Associação dos Filhos e Amigos de Vicência entrou nessa lista de 46 salas em todo estado, a Associação vai recebe além de equipamentos necessários para o funcionamento de um cinema, serão oferecidas oficinas de capacitação e kit de filmes para a exibição de sessões semanais.

O investimento no projeto é de R$ 690 mil - sendo 67% financiados pelo MinC e o restante pela FUNDARPE.

Por: Islan de Souza com informações da FUNDARPE


MINI-CARPINA EM VICÊNCIA? (EDITORIAL)



Quem imaginava que a cidade de Vicência transformar-se-ia novamente em povoado de Nazaré da Mata, enganou-se. Embora se dependa de várias coisas da vizinha cidade (Agência da Caixa, INSS, Comércio, Universidade, Facilidade de Transporte, Escolas Particulares, etc.), observamos o crescimento assombroso do município de Carpina sobre os demais. A hegemonia carpinense dá-se, principalmente, pela sua localização geográfica às margens da BR e da sua proximidade com o Recife. No passado, diversas cidades da Zona da Mata Norte sobressaíam-se como grandes centros de desenvolvimento, como, Timbaúba, Paudalho e a própria Nazaré, que eram pólos nos setores de economia e saúde.

Com o passar dos anos, centros como Limoeiro e Timbaúba perderam um pouco de suas pompas com o declínio do algodão e do setor de calçados, respectivamente. As graves crises que assolaram o Brasil nos anos 80 e 90 fizeram desaparecer milhares de empregos com o fechamento de usinas de cana-de-açúcar (Santa Teresa, Aliança, Barra), transferências de órgãos governamentais, falências de grandes e pequenos comerciantes, encerramento de atividades bancárias, o que ocasionou uma migração descontrolada dos zonadamatenses para estados como Minas Gerais que descobrira o “ouro verde” da cana-de-açúcar.

O setor público sobreviveu a tudo isto. As prefeituras, onde parece as crises nunca chegarem, continuaram seus inchaços e suas gastanças desenfreadas. Concursos e mais concursos (Muitos deles questionados) foram feitos, o que proporcionou uma superlotação nas chamadas “viúvas do poder”. Como os prédios não falam por si, os administradores aí estão se perpetuando em cenários cada vez mais previsíveis. Sem se importar nem um “tico” com o lado mais explorado de tudo isto, o eleitor, muitos políticos se aproveitam da curta memória dos mesmos para porem em prática seus projetos maquiavélicos que só beneficiam a si próprios.

Algo inusitado está acontecendo na ex-princesa do Vale do Sirigi. Dona Vicência vê-se rodeada de candidatos advindos da antiga Floresta dos Leões. Três candidatos estarão brigando de ferro a fogo e em quase igualdade de condições neste pleito de 2010.

O natural e sempre candidato Carlos Lapa lança novamente o seu nome em substituição a sua filha Ana Carla que, segundo ele, está “decepcionada” com a política e não “rendeu” o que se esperava na ALEPE. Lapa, apoiado pelo exuberante vereador Romeu do Povo, leva certa vantagem sobre seus adversários na questão do conhecimento e serviços prestados ao município. Conhecido pelo tom forte do seu discurso, já adiantou como serão os comícios no município: recheados de acusações por todos os lados. Embora tenha sido prejudicado com o lançamento das candidaturas de seus conterrâneos, ainda detém uma grande quantidade de votos em Vicência, por conta de sua presença por duas vezes na Assembleia Legislativa e da candidatura a Deputado Federal. Sempre esteve na mídia, seja como Deus ou como Diabo.

Demorou mas o ex-prefeito Mário Ramos apareceu com o seu candidato. Esperava-se que o mesmo fechasse com o vereador recifense Gustavo Negromonte (PMDB), filho do falecido João Negromonte, majoritário nas últimas três eleições. A partir da Drª Eva o apoio desta vez foi repassado ao filho do prefeito de Carpina Manoel Botafogo (PSDB), o jovem Josafá, lançado como Botafogo Filho (Para se aproveitar do nome do pai e do escudo do alvinegro carioca). Josafá e o próprio Botafogo chegam sem querer querendo e já abocanham uma grande fatia do eleitorado vicenciano. Prova disto foi a grande quantidade de presentes em reunião no engenho Aguadoce. Certamente Mário e Eva repassarão uma quantidade de votos consideráveis para o candidato carpinense com grande probabilidade de ser o primeiro colocado. Apesar da excelente administração de Botafogo em Carpina, seus feitos não são tão conhecidos pela população que não se liga muito à política local. Moradores das periferias de cidades como Vicência, Aliança, Sâo Vicente Férrer, Macaparana e outras não conhecem tão detalhadamente os feitos do prefeito planaltino e muito menos o seu filho. Certamente, Josafá será carregado pelo pai e pelos correligionários já que não é muito chegado a discursos. O que obviamente não atrapalhará em nada sua possível eleição à Assembleia Legislativa.

Correndo por fora, mas com uma grande experiência administrativa, aparece o empresário e ex-prefeito de Lagoa de Itaenga, Carlinhos do Moinho. Chega apoiado por um grupo que se denomina como uma novidade na política vicenciana. Literalmente. Um grupo formado por jovens, cabeças-frias, sonhadores e que parecem ter um pouco de amor pelo município (?). A campanha de Carlinhos depende da continuidade do bom desempenho do vereador Jânio na Câmara Municipal. É quem está mais diretamente ligado ao poder, embora haja ex-vereadores, comerciantes e líderes comunitários engajados na campanha. Um dos principais entraves do grupo é fazer conhecer Carlinhos do Moinho, que chega bastante confiante que terá cerca de dois mil votos. Apenas uma aparição sua na Rádio local já causou certa ciumeira em alguns grupos. Segundo o deputado Antônio Moraes (Que também tem seu grupo de trabalho no município), Carlinhos tem uma grande possibilidade de se eleger por conta da legenda (O mesmo é filiado ao PHS e pode se eleger com cerca de 25 mil votos).

Está a luta travada. Como se esperava a “coisa” (digo, campanha) esquentou após o Carnaval e já tem muita gente lucrando com o cenário. Se o TRE, TSE, ou seja lá o que for, fica feito “barata tonta” tentando punir pré-candidatos, o povo está nas ruas fazendo sua parte. É a festa da democracia que está prestes a começar (Ou já começou? Que o diga o presidente Lula!). Que vença o melhor! Ou o menos ruim...

OBS 1: A cidade do Limoeiro faz parte do Agreste Setentrional, mas devido sua proximidade com a Mata Norte foi incluída no comentário. Diversas pessoas da região têm se dirigido àquela cidade para trabalhar, fazer compras ou irem ao hospital regional (Parece que o de lá funciona).

OBS 2: Afora os três candidatos radicados em Carpina dispostos a dividirem os votos dos vicencianos, aparecem outros candidatos apoiados pelo prefeito: Aluízio Lessa, Maviael Cavalcante e José Humberto. Será que farão parte do G4?

Samuel de Santana Cazumbá

RG: 3882870 (SDS-PE)

segunda-feira, 12 de abril de 2010

TIREM AS CRIANÇAS DA RUA: ROBERTO ARRUDA ESTÁ SOLTO!


O ex-governador do Distrito Federal José Roberto Arruda (Sem partido) foi anistiado pelo Superior Tribunal de Justiça (STF) por 8 votos a 5 na tarde desta segunda-feira, 12/04. Arruda foi preso por uma suposta tentativa de suborno e estava preso há dois meses na Superintendência da Polícia Federal. Segundo a corte do STF, o ex-governador não oferece mais riscos às investigações.
A decisão teve reação em cadeia e outros cinco envolvidos no esquema também estão sendo soltos.
BRASIL, IL, IL, IL...

QUEIROZ, CARLINHOS E LAPA: O JOGO COMEÇOU.







A semana foi movimentada na Rádio Vicência FM. Três candidatos a deputado estadual participaram do programa Show da 98 e foram entrevistados por Islan de Souza e Samuel Cazumbá.
O deputado Henrique Queiroz (PR) foi o primeiro e baseou o seu discurso em algumas ações que vem desempenhando em prol da comunidade vicenciana com o apoio do presidente da Câmara André Cesário (PSB). Falou também sobre o seu apoio ao governo do estado e seu trabalho na cidade de Vitória de Santo Antão onde seu filho é o atual vice-prefeito. O deputado também falou do setor canavieiro da Mata Norte e do estado, visto também ser fornecedor de cana e possuir terras na divisa entre as cidades de Vicência e Buenos Aires. Indagado sobre a perda de apoio dos vereadores Caroca e Antônio Siri, disse estar tranqüilo em ter cumprido o seu dever, coisa que, segundo ele, esses dois vereadores não cumpriram.
Outro a se apresentar para a população vicenciana foi o ex-prefeito de Lagoa de Itaenga Carlinhos do Moinho (PHS). Radicado na cidade de Carpina conta com o apoio do vereador Jânio (PV), dos ex-vereadores Júnior Bode e Raminho Porqueiro e uma ala que se apresenta como uma nova opção para a política vicenciana. Carlinhos foi enfático em se apresentar para a comunidade. Disse não temer as candidaturas de Carlos Lapa e Josafá Botafogo. Fez um relato de sua vida política e falou que espera ter cerca de dois mil votos em Vicência no pleito deste ano. De acordo com ele, sua candidatura tem uma grande aceitabilidade na região e que os apoios conseguidos têm feito a diferença. Afirmou que quer ser um deputado atuante na ALEPE e que usará da sua experiência administrativa como prefeito para a função.
Por fim o ex-deputado Carlos Lapa esteve nos estudos da Vicência FM e “detonou” seus adversários. Assessorado pelo vereador Romeu foi bastante enfático ao falar de políticos locais e regionais como o ex-prefeito Mário Ramos (PSDB), o prefeito de Carpina Manoel Botafogo (PSDB) e os adversários Carlinhos do Moinho e Josafá Botafogo. Usou diversas vezes a palavra ladrão em referência a alguns administradores e acusou o prefeito de Carpina de ser o mandante do crime que vitimou o radialista Jota Cândido. “Sou um candidato ficha limpa”, afirmou. Garantiu o apoio ao senador Sérgio Guerra e disse que apesar de não ter interferido diretamente na filiação do prefeito Paulo Tadeu ao PSB, deu a sua contribuição na campanha e hoje está mais do que decepcionado com o desmando na prefeitura. Sobre a mudança do PSB para o PP, Lapa informou que não quer ser “pau mandado” de nenhum governo: “Quem faz a vontade do governo, não faz a vontade do povo”, afirmou. Indagado se isso significaria ficar em cima do muro, disse não ter vocação para pedreiro e que estará sempre atendendo os interesses da região sem compromisso com governante algum. Disse admirar as figuras de Marco Maciel e Miguel Arraes na política pernambucana e citou diversos projetos feitos em parceria com o último. Definiu a infra-estrutura como o principal problema da Mata Norte e que não é partidário da vinda de grandes indústrias e sim de investimentos nas pequenas já existentes. No final, reconheceu que esta eleição é a mais difícil em questão de disputa aqui na região, mas espera ser eleito com uma boa quantidade de votos.

sábado, 10 de abril de 2010

CERu. REALIZA FESTA DA PÁSCOA


A escola Dr. Joaquim Correia comemorou com os alunos dos turnos da manhã, tarde e noite a festa da Páscoa. As solenidades tiveram início na quinta-feira com o turno noturno quando foi realizado um evento com cânticos, filme e reflexões. Na sexta-feira pela manhã o grupo de louvor Adoração da Igreja Católica fez a animação e em seguida foi oferecido um lanche, programação que se seguiu no turno da tarde que contou com a participação de um grupo de alunos evangélicos.
Ainda na sexta à noite foi realizada uma confraternização com os funcionários.

APROVADA CPI CONTRA PREFEITO DE VICÊNCIA


Com três votos a favor, quatro contra e uma abstenção, a Câmara Municipal de Vicência aprovou o requerimento 029/2010 de autoria dos vereadores Romeu do Povo (PT), Jânio Batista (PV) e Antônio Siri (PP) que instaura uma CPI para investigar denúncias de irregularidades no processo licitatório na distribuição de merenda escolar. A urgência do documento foi votada na reunião passada o que causou a revolta do líder do governo Irmão Francisco (PTB): "Já houve requerimentos aqui que precisava só de uma digitação e não foi feita. Este, vem com uma rapidez desta", indignou-se. O representante governista também reclamou da aprovação da CPI por apenas 1/3 de votos.
De acordo com o artigo 53 do regimento interno da Casa Mário Ramos são necessários apenas três votos para a instauração de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (O que representa 1/3 dos nove parlamentares).
Romeu, Jânio e Siri, autores do requerimento, votaram a favor. O vereador Moiséis (PTB) absteve-se de votar e os vereadores da base governista Irmão Francisco, Inaldo (PV), Josenildo Amorim (PP) e Caroca (PMDB), forma contrários. Como não houve empate o presidente André Caesário não precisou votar.
O setor jurídico da Câmara Municipal de Vicência já está tomando as providências para a petição dos documentos alusivos à CPI. Chama a atenção o fato de os três vereadores que apresentaram o requerimento terem feito parte da base do governo no início da gestão.
No programa da prefeitura na rádio Vicência FM, o prefeito Paulo Tadeu (PSB) afirmou não temer a CPI e que também acionará o departamento jurídico da prefeitura para se contrapor ao documento que, segundo ele, partiu de um vereador "ficha suja".

quinta-feira, 8 de abril de 2010

VOCÊ PODE FAZER JUSTIÇA



Você já sofreu danos morais?

A nova ordem político-social instaurada pela Constituição Federal de 1988 é pautada, dentre outros, no princípio da dignidade da pessoa humana, verdadeira conquista de nosso tempo, e que garante a todos, independente de raça, cor, idade, religião, orientação política ou sexual, uma vida digna em todos os seus aspectos, além de mecanismos eficazes para efetivar esse direito.

Seja no trabalho, no círculo familiar, na escola, entre amigos, enfim, em todas as faces de nossa vida social ou privada, temos o direito de expressar nossas opiniões e ser respeitado pelo que somos e pensamos, desde, é claro, que não se cometa abusos contra os demais.

A Constituição é clara: “são invioláveis a intimidade, a vida privada, a honra e a imagem das pessoas, assegurado o direito a indenização pelo dano material ou moral decorrente de sua violação” (art. 5º, X).

Quem contraria tal norma, expondo, humilhando, chacoteando ou cometendo qualquer outra forma de tortura moral contra a vida, a intimidade, a honra ou a imagem de outra pessoa, comete ato ilícito, passível de reparação financeira.

Ninguém deve permanecer inerte quando, por exemplo, receber uma cobrança indevida com a ameaça de inclusão do nome no SPC/SERASA, ou sua luz for indevidamente cortada, ou ainda for humilhado pelo patrão perante terceiros, ou mesmo quando fotos/vídeos de momentos íntimos seus sejam indevidamente divulgadas na internet.

Para esses, e muitos outros casos, a lei dispõe de mecanismos eficazes e severos para punir o ofensor, e tentar reparar, ainda que financeiramente, os abalos psicológicos sofridos pela vítima.

Alguém, por exemplo, que é ridicularizado em público pela sua compleição física (gordo/magro), sua opção sexual, suas convicções religiosas, ou quaisquer outros comportamentos lícitos que integrem sua personalidade e o seu jeito de ser, pode, e deve!, exigir na justiça reparação por eventuais danos materiais ou morais.

Aceitar calado constrangimentos que pessoas, empresas, ou mesmo o Estado nos fazem passar é compactuar com isso! Não adianta “armar barracos”, ou “revidar na mesma moeda”. Todos nós temos à disposição meios legais para fazer valer nossos direitos. A mão pesada da justiça vem, verdadeiramente, açoitando aqueles insistem em ofender o próximo, bastando apenas que as vítimas apresentem e provem suas razões.

Portanto, sempre que se sentir ofendido pela conduta de outrem, procure seu advogado, profissional essencial à realização da justiça, pode ser que você tenha direito a uma indenização por danos morais e/ou materiais.

Abraços

Andrei Cesário de Albuquerque

contato@andreicesario.com.br

www.piresdesouza.adv.br